Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Conselheiro Paulo Maracajá se aposenta do Tribunal de Contas dos Municípios

maracajá
Paulo Maracajá deixa o TCM | FOTO: Reprodução |

Após 20 anos de relevantes serviços prestados ao Tribunal de Contas dos Municípios, o Conselheiro Paulo Virgílio Maracajá Pereira deixa a Corte de Contas, da qual é o atual Presidente, em função da aposentadoria compulsória, já que está completando 70 anos de idade no dia 26 do presente mês, tendo exercido múltiplas atividades em sua vida profissional: Bacharel em Direito pela Universidade Federal da Bahia (1966), foi empresário, político com diversos mandatos entre Vereador da Capital e Deputado Estadual e dirigente do Esporte Clube Bahia.

Leia também:
Depois da vice, nova disputa esquenta base governista

Ingressou no Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia em 21 de junho de 1994 como Conselheiro, assumindo a Presidência da 2ª Câmara em 1998, a Vice-Presidência de março de 2005 a março de 2009, sendo eleito Presidente da Instituição em março de 2011 e reeleito em março de 2013. No TCM, com o apoio dos demais conselheiros, promoveu grandes avanços rumo à modernização e capacitação da instituição e dos jurisdicionados, com a realização de 22 Encontros de Orientação aos Gestores Municipais, em dois ciclos (2011 e 2013/14), em parceria com a União dos Municípios da Bahia – UPB, diversos cursos, oficinas e eventos contemplando o corpo técnico, em Salvador e em outros Estados, numa verdadeira cruzada de treinamento intensivo e qualificação do pessoal.

Realizou diversas obras no espaço físico do TCM, inclusive reformou as salas do Pleno e das Câmaras, promoveu uma gestão democrática, transparente e participativa instituindo o procedimento de uma reunião semanal com todos os dirigentes das respectivas unidades técnicas e administrativas da casa, promovendo o concurso e instalação do Ministério Público Especial de Contas e firmando convênios de cooperação técnica com a Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia, o Ministério Público Estadual – MPE, a Secretaria do Tesouro do Ministério da Fazenda, o Tribunal de Contas da União – TCU, a Controladoria Geral da União – CGU e a Ouvidoria Geral da Bahia e estreitou laços com entidades públicas afins à Corte de Contas como a Receita Federal, a Polícia Federal, os Ministérios Públicos Estadual e Federal, a Ordem dos Advogados do Brasil, seção Bahia – OAB, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia – CREA, o Conselho Regional de Contabilidade – CRC e Universidades.

Dentre várias outras realizações, deu sequência às ações do Programa de Modernização do Sistema de Controle Externo dos Estados e Municípios Brasileiros – PROMOEX, e do Sistema Integrado de Gestão e Auditoria – SIGA, nomeou um Conselho Editorial que retomou a publicação da Revista anual e iniciou a impressão do Jornal trimestral do TCM, celebrou os 40 anos do TCM com um grande Fórum no Centro de Convenções da Bahia, inaugurou uma galeria de fotos dos ex-presidentes da Corte de Contas e instituiu uma nova logomarca criada para o TCM, consoante com as cores oficiais do Estado da Bahia. Informações do TCM.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios