Copa 2014: Em jogo equilibrado no campo e no placar, russos e sul-coreanos empatam em 1 x 1

Postado em jun 18 2014 - 8:57am por Jornal da Chapada
jogo

Nos primeiros minutos, a Rússia quis mandar no jogo, mas as melhores chances foram da Coreia do Sul | FOTO: Reprodução/Lee Jin-man/AP/Agência Brasil |

A vitória foi um privilégio reservado aos belgas neste sexto dia de Copa do Mundo. No último jogo da terça (17), após o 0 x 0 entre Brasil e México, russos e sul-coreanos também terminaram em empate. Em jogo movimentado mas com poucas chances de gol, as duas seleções estrearam no Mundial com 1 x 1 em Cuiabá. Nos primeiros minutos, a Rússia quis mandar no jogo, mas as melhores chances foram da Coreia do Sul, em contra-ataques rápidos. O equilíbrio marcou a partida e a torcida teve que esperar muito para ver gols.

Por pouco a Rússia não abriu o placar aos 30 minutos do primeiro tempo. Em cobrança de falta de muito longe, Ignashevich soltou a bomba, que explodiu no peito do goleiro Jung Sung Ryong. Três minutos depois, a Coreia do Sul respondeu. Koo Ja Cheol bateu de fora da área e a bola desviou na defesa, passando rente à trave. Ao goleiro Akinfeev restou rezar, uma vez que o desvio o tirou completamente da jogada. Aos 38 minutos, os asiáticos chegaram novamente. Son Heung Min driblou seu marcador mas, na hora de finalizar, mandou a bola para as arquibancadas da Arena Pantanal. O domínio ensaiado pela Rússia no começo não se confirmou. Aos poucos, a Coreia do Sul encontrou seu jogo e equilibrou a partida. Apesar de algumas chances de finalização para os dois lados, o primeiro tempo terminou sem gols e sob vaias da torcida em Cuiabá.

No primeiro minuto do segundo tempo, a Rússia quase marcou em dois lances seguidos, mas os sul-coreanos voltaram a equilibrar o jogo, obrigando Akinfeev a fazer duas defesas em chutes de longe. Em uma delas, ele soltou a bola e se recuperou antes que o atacante adversário chegasse. E parecia que a Brazuca (bola oficial da Copa) estava quente nas mãos de Akinfeev. Em cobrança de falta aos 11 minutos, o goleiro russo tentou encaixar a bola, mas ela escapou outra vez, exigindo nova recuperação do camisa 1 no lance. Mas aos 23 minutos não teve jeito, Lee Keun Ho conduziu a bola até a intermediária e deu um chute despretensioso para gol, a meia altura. Akinfeev se posicionou para fazer uma defesa fácil, mas a bola escorregou entre seus dedos e morreu no fundo da rede. A expressão do goleiro russo após o lance denunciava a vergonha de um verdadeiro frango.

Após bola rebatida na área sul-coreana, Kerzhakov não desperdiçou a chance e balançou as redes de Jung Sung Ryong. A Rússia ainda esboçou uma pressão no final da partida, com a Coreia do Sul tentando mudar algo com contra-ataques. Mas jogadores e torcidas tiveram que se contentar com o 1 x 1. Na próxima rodada, a Rússia enfrenta a Bélgica, no dia 22, no Rio de Janeiro. Os coreanos enfrentarão os argelinos em Porto Alegre, no mesmo dia. A Bélgica lidera o Grupo H, seguidos por russos e sul-coreanos, que dividem a segunda posição. Se vencerem o próximo jogo, os belgas conquistarão a classificação por antecipação. Da Agência Brasil.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.