Velório de Eduardo Campos deve acontece no sábado; as investigações continuam

Postado em ago 14 2014 - 3:54pm por Jornal da Chapada
arquivo

Eduardo Campos com esposa e um dos filhos | FOTO: Nando Chiappetta /DP/D.A/Press/Arquivo |

O corpo do presidenciável Eduardo Campos (PSB) será velado durante uma missa campal na Praça da República, que fica em frente ao Palácio do Campos das Princesas. O pedido foi feito pela viúva do ex-governador de Pernambuco Renata Campos para que a população possa dar o último adeus a Eduardo. A informação foi repassada pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), que está reunido com a família do gestor desde às 6h desta quinta-feira (14). A expectativa é de que o velório aconteça ainda no sábado (16). O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, foi quem aconselhou a viúva de Eduardo a realizar a missa campal.

Segundo o secretário de imprensa do governo do estado, Ivan Maurício, a identificação dos corpos e a liberação devem ser realizados de 48h às 72h. O governador João Lyra Neto deve definir o horário, data do velório e enterro de Eduardo ainda na tarde de hoje, depois que ele conversar com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). O corpo de Eduardo Campos será enterrado no Cemitério de Santo Amaro, na zona central da capital pernambucana. O ex-governador será sepultado ao lado do túmulo onde foi enterrado o avô dele, o também ex-governador Miguel Arraes, morto há nove anos atrás, no mesmo dia 13 de agosto de 2005. O local já foi confirmado, mas a definição da data depende da liberação do corpo, que foi encaminhado, junto com os outros seis, para o Instituto Médico Legal (IML) pela perícia.

rodar

Caixa-preta do jato de Eduardo Campos | FOTO: Reprodução |

Caixa-preta de jatinho já está em Brasília
A caixa-preta do avião que transportava o presidenciável Eduardo Campos (PSB), que caiu na manhã desta quarta-feira (13) e matou sete pessoas, incluindo o candidato, já está em Brasília, de acordo com o Comando da Aeronáutica. O equipamento armazena informações dos sistemas de controle de uma aeronave e as conversas de rádio. Ela foi encaminhada para o Laboratório de Leitura e Análise de Dados de Gravadores de Voo (Labdata) do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e o processo de desmontagem para o acesso à memória interna e avaliação das condições de leitura dos dados já foi iniciado. Ainda segundo a aeronáutica, não há um prazo para a conclusão das investigações de acidentes aéreos e o trabalho é inicialmente considerado complexo devido aos danos na aeronave e na caixa-preta. Com informações do Diário de Pernambuco.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.