Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo

CEO da Apple que assumiu ser gay é banido da Rússia: “vai trazer Aids”

ceo
“O que Cook poderá trazer para nós? O vírus do ebola? Aids, gonorreia? Estou o banindo por toda a vida”, disse o russo | FOTO: Reprodução |

Momentos após o CEO da Apple, Tim Cook, assumir sua homossexualidade, um político russo condenou a atitude do empresário. O parlamentar Vitaly Milonov, que é declaradamente anti-LGBT, também aproveitou para o banir da Rússia. De acordo com o político, com esse tipo de declaração, o CEO só poderá trazer “gonorreia e Aids” ao país e, por isso, está proibido de ir ao país.

Informações publicadas no The Independent afirmam que Milonov é membro da Assembleia Legislativa de São Petersburgo e é famosos por ter decretado uma lei que proíbe a “propaganda gay”. “O que Cook poderá trazer para nós? O vírus do ebola? Aids, gonorreia? Estou o banindo por toda a vida”, disse o russo ao site FlashNord.

Na última quinta-feira, Cook revelou ser homossexual e disse que “tem orgulho de ser gay”. Ele disse ainda que considera sua orientação sexual um dos presentes “dado por Deus”, já que “ser gay, me deu um entendimento profundo sobre o que significa ser minoria e fornecer uma janela para os desafios que as pessoas de outros grupos minoritários lidam todos os dias”. Do site Correio 24h.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios