CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Salvador: Prefeito ACM Neto acalma vereadores do PTN

acm
Prefeito de Salvador, ACM Neto | FOTO: Divulgação |

O prefeito ACM Neto (DEM) confirmou que se reuniu com vereadores do PTN nos últimos dias e negou os boatos de uma eventual crise na relação dele com a sigla e a pressão de membros da agremiação por mais espaço no governo. O clima na Câmara de Vereadores estava tenso, pois o partido ensaiava uma junção com o bloco oposicionista para auxiliar a eleição de opositor para a cadeira de presidente da Câmara. Se, de fato, ocorresse a ação, os rumos administrativos e políticos do alcaide estariam comprometidos, visto que ele deverá tentar reeleição em 2016.

“Eu acho que sobre os rumores, deve-se perguntar ao PTN. Essa semana eu conversei com os cinco vereadores do partido, individualmente. Ainda conversarei com o presidente do partido, o deputado João Carlos Bacelar (PTN), que é meu parceiro e amigo. Tenho relação com o partido desde 2004, quando a sigla foi estruturada para apoiar a candidatura de Bacelar para vereador. De lá pra cá ele só veio crescendo ao meu lado”, disse. “O PTN, que começou com dois vereadores na Câmara, hoje tem cinco vereadores, tem três deputado estaduais e um federal eleito. E esse crescimento veio da composição de nosso projeto. A minha relação com o PTN e seus membros extrapola o campo político. Nenhum deles veio me dizer que tem crise”, completou.

A proximidade do PTN com o governador Rui Costa (PT) também não foi vista como um problema pelo democrata. Os três deputados eleitos (Alan Castro, Carlos Geilson e Alex Lima) podem integrar a base governista do novo chefe do Palácio de Ondina. Lima seria o principal articulador dessa ponte, que, muito provável, pode respingar na Câmara, local que também já foi ambiente político de Costa. “Eu não vou fazer política estadual, não vou falar sobre eles. O que vai acontecer na Assembleia Legislativa vai depender da política estadual, e não compete a mim”, afirmou.

Câmara
O possível acordo entre PT e PTN na Câmara de Salvador foi assunto negado pelas principais lideranças dos partidos na semana passada, conforme apuração do jornal Tribuna da Bahia. O presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, por exemplo, disse desconhecer qualquer diálogo sobre o assunto.

“Esta informação não procede. Não está havendo nenhum diálogo, nem com a direção estadual do PT, nem com direção municipal. Acabei de falar com o presidente municipal do PT, Edson Valadares, e não houve nenhuma reunião nesse sentido”, afirmou. Segundo Anunciação, o PT vai tratar as candidaturas para Câmara e para a Assembleia discutindo com as duas bancadas. Ele esteve reunido, na manhã de ontem, com o presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Paulo Câmara (PSDB), para debater sobre as eleições na Casa. Na pauta, a necessidade de assegurar governabilidade no âmbito municipal e estadual. “A ideia é construir uma unidade. No caso do PTN, não fomos procurados para discutir nada”, assegurou.

Na época, quem também não havia confirmado a informação foi o presidente do PTN na Bahia, João Carlos Bacelar. No entanto, ele disse que os vereadores e deputados do PTN tinham conversado “com todo mundo”, mas ressaltou que sua legenda pleiteia mesmo a presidência da Câmara. “Os acordos para a presidência da Câmara e da Assembleia dependem muito dos entendimentos de bancada. Eu, pessoalmente, não estou participando desse diálogo. Mas sei que tanto vereadores da nossa agremiação quanto os deputados estão conversando. O PTN pleitea a presidência da Câmara”, disse. Extraído da Tribuna da Bahia.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas