Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Produção de fios de cobre na Bahia aumenta com ampliação de fábrica da Paranapanema

foto2
O governador Rui Costa durante evento na Região Metropolitana | FOTO: Reprodução/Secom |

Uma nova máquina de produção de fios de cobre, inaugurada na manhã desta segunda-feira (26) em Dias D’Ávila, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), Paranapanema, maior produtora de cobre do Brasil, aumenta em 60% a capacidade de produção da empresa. A solenidade teve a presença do governador Rui Costa, do secretário de Desenvolvimento Econômico, James Correia, e de outras autoridades. O investimento R$ 12 milhões possibilitou a contratação de 25 novos trabalhadores.

“É a primeira visita que faço, como governador empossado, ao Polo Industrial de Camaçari, onde comecei a minha vida profissional e, posteriormente, entrei na carreira sindical. Volto aqui na condição de quem quer promover o desenvolvimento e a verticalização da produção de todas as empresas instaladas na região”, disse Rui Costa. Ele afirmou que o pólo está recebendo grandes investimentos. “Aqui perto nós temos outro investimento, da Basf, no valor de R$ 1,2 bilhão. Esta verticalização traz novos investimentos e gera mais empregos para baianos, desenvolvendo as cidades onde as empresas estão instaladas”.

Um dos 25 funcionários contratados para a operação da nova máquina, Felipe Conceição, disse que está gostando do trabalho. “Esta foi uma oportunidade muito boa, o emprego está melhorando muito as condições da minha família”. Outro funcionário, Edcarlos Fonseca, afirma que foi contratado em uma época em que arrumar trabalho é mais difícil. “As empresas não costumam contratar em dezembro, e foi quando assinaram minha carteira”.

Localização privilegiada
O presidente da Paranapanema, Christophe Malik Akli, afirmou que a Bahia tem localização privilegiada para a produção de cobre. “A empresa consome 100% do concentrado produzido no estado, temos a logística favorável e energia disponível. Nós conseguimos desenvolver a tecnologia do cobre, somos os únicos produtores brasileiros, e temos nossos operários, técnicos e engenheiros muito bem treinados aqui na região”.

foto3
Nos últimos três anos, a unidade de Dias D’Ávila recebeu investimentos da ordem de R$ 330 milhões para melhorias | FOTO: Reprodução/Secom |

Com a nova máquina, Trefila 4, que modela vergalhões para transformá-los em fios de cobre, a capacidade de produção passará das atuais 50 mil para cerca de 80 mil toneladas por ano. “São US$ 200 milhões em produtos que vão prioritariamente para o mercado brasileiro. Uma pequena parte já está sendo exportada, mas a maior parte é para o mercado interno. Vamos abastecer produtores de fios e cabos, sendo 60% para a construção civil. Estamos acompanhando o crescimento do país, dos programas sociais e dos investimentos em infraestrutura”.

Nos últimos três anos, a unidade de Dias D’Ávila recebeu investimentos da ordem de R$ 330 milhões para melhorias na área de fundição e modernização da área de eletrólise, com a implantação de novas tecnologias e processo automatizado. Com receita líquida consolidada de R$ 5,5 bilhões em 2013, a Paranapanema é o maior produtor brasileiro de cobre refinado, vergalhões, fios trefilados, laminados, barras, tubos, conexões e suas ligas, sendo responsável por 94% do volume de cobre produzido no Brasil.

Polo Industrial de Camaçari
Para o presidente geral do Comitê de Fomento Industrial de Camaçari (Cofic), Mauro Pereira, o Estado tem proporcionado as condições necessárias para o crescimento do polo. “O cumprimento e a manutenção dos contratos criaram uma credibilidade muito grande, vários problemas que estavam aí há mais de 20 anos foram resolvidos. Agora, estamos construindo uma cadeia que chega ao produto final. Uma coisa é produzir matéria prima que será aproveitada em outras regiões ou até no exterior, outra coisa é chegar aqui a um produto final, o que convém a nós”.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios