Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Sindilimp disponibiliza departamento jurídico para assessorar aposentados rurais

sindicato
O edil de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT) é responsável pelo setor jurídico da entidade | FOTO: Reprodução |

O Sindicato dos Trabalhadores de Limpeza Pública da Bahia (Sindilimp-BA) vai disponibilizar o departamento jurídico para assessorar os aposentados rurais vítimas de cobrança abusiva de honorários advocatícios no sudoeste do estado. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (28) pelo vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), responsável pelo setor jurídico da entidade. “A situação é grave e envolve trabalhadores rurais que passaram a vida inteira vivendo do campo e, agora, depois de aposentados, a vida deveria ser mais tranquila, e não sendo vítimas de golpes. Fiquei estarrecido com a matéria em rede nacional, o caso em Guanambi envolveu 28 advogados que foram denunciados na Justiça Federal por essas cobranças abusivas de honorários”, informa Suíca.

A direção do Sindilimp-BA quer, com a proposta, que o jurídico auxilie os aposentados rurais para que isso não volte a acontecer. O Movimento de Luta Pela Terra (MLT) e o Movimento de Trabalhadores Rurais (MST) serão procurados pelo sindicato para apontarem os beneficiários afetados pelo caso. “São pessoas humildes, que esperaram meses e às vezes até anos para conseguir a aposentadoria e são enganados dessa maneira. De acordo com a imprensa, vários desses advogados já até foram condenados, alguns outros são acusados de tirarem proveito da falta de informação dos aposentados e ficarem com o dinheiro deles”, completa Suíca, que acredita que o fato é um caso isolado, e corrobora com a opinião emitida pela Ordem dos Advogados da Bahia (OAB-BA), de que a conduta dos advogados previdenciários baianos é ética e honesta.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios