Pular para a barra de ferramentas
CidadesCulturaCuriosidadesMenu Principal

MandalaVeda realiza oficina itinerante de Filtros dos Sonhos na Chapada Diamantina

projeto
Projeto da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia realiza sua primeira edição na Vila de Igatu | FOTO: Divulgação/Sílvia Martins |

A Oficina Itinerante de Filtros dos Sonhos dá o pontapé inicial na Vila de Igatu, no município de Andaraí, na Chapada Diamantina. As oficinas gratuitas acontecem no dia 21 de fevereiro (sábado), no Mercado Municipal. As atividades serão realizadas pelo projeto MandalaVeda, com financiamento da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-BA). Além de Igatu, as localidades do Vale do Capão e Rio de Contas também receberão uma visita do projeto, que termina com um evento Xamânico e exposição dos artefatos criados pelos participantes na cidade de Lençóis.

“A realização de oficinas em espaços culturais de três municípios da Chapada Diamantina proporcionará ao participante desenvolver sua capacidade criativa e psicossocial, podendo gerar trabalho e renda através do fazer artístico”, explica Sílvia Martins, uma das idealizadoras do projeto. “Além disso, é importante para nós auxiliar também na interação entre arte, natureza e meditação”, completa Lucas Luiz dos Santos, o outro criador do projeto.

As oficinas itinerantes são voltadas para pessoas que tenham interesse na arte ou atuem nas áreas de artesanato e/ou terapias alternativas (educadores, terapeutas, artistas etc.), além de jovens e adolescentes oriundos de escolas públicas da região com curiosidade e interesse pela cultura popular, visando desenvolver trabalho artesanal como profissão. “Temos interesse em priorizar este público alvo, pois este projeto tem como missão auxiliar as pessoas por meio da arte e da concentração, demonstrando o potencial dos filtros dos sonhos durante a sua criação e contemplação quando finalizado”, conta Sílvia Martins. Para Lucas, o desenvolvimento desta arte com grupos mais jovens “ressalta a importância de se conhecer, valorizar, respeitar e preservar a cultura popular”, resume.

foto5
Depois de Igatu, as oficinas serão realizadas no Vale do Capão (7 de março) e em Rio de Contas (21 de março) | FOTO: Divulgação/Sílvia Martins |

Durante as oficinas, os participantes aprenderão sobre a teoria e conceito geral de mandala e a sua influência no Ser Humano, e a história e origem dos filtros dos sonhos. Também serão abordados todos os materiais que poderão ser integrados na criação dos filtros dos sonhos, sua simbologia e valor terapêutico, dando ênfase aos recursos da Natureza mas considerando a reciclagem de alguns materiais. A temática relativa à simbologia e ao poder terapêutico das cores será também detalhada durante as oficinas. Finalizando a parte teórica, começa a criação dos filtros.

Depois de Igatu, as oficinas serão realizadas no Vale do Capão (7 de março) e em Rio de Contas (21 de março). Após a realização das oficinas de filtros dos sonhos nas três localidades, será organizado um evento Xamânico na cidade de Lençóis, constituindo uma oportunidade de resgate ancestral onde será desenvolvido um ritual de cura simbólico através de uma performance de dança. As vagas para as oficinas são limitadas. Informações e inscrições através do email [email protected] ou telefone (75) 98194705.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios