CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo

Autoridades argentinas lamentam tragédia e investigam causas de acidente aéreo

local
Foto publicada pelo jornal El Independiente mostra o local do acidente | FOTO: Divulgação/EPA/Agência Lusa |

O governador da província argentina de La Rioja, Luís Beder Herrera, lamentou nesta terça-feira (10) a “tremenda tragédia” que foi o choque entre dois helicópteros que transportavam a equipe de um reality show francês. Dez pessoas morreram no acidente: oito franceses, entre os quais três atletas conhecidos, e os pilotos argentinos das duas aeronaves. As autoridades argentinas ainda estão investigando os motivos da colisão em Villa Castelli – uma área remota da província de La Rioja, no Noroeste argentino, próxima da fronteira com o Chile. O tempo estava bom e os dois pilotos eram experientes – um deles, Juan Carlos Castillo, era veterano da guerra de 1982, pela posse das Ilhas Malvinas, entre Argentina e Reino Unido.

“Ele estava acostumado a voar em todo tipo de situação. Não entendo o que aconteceu”, disse a viúva, Cristina. Ela tinha falado com o marido pouco antes do acidente, para contar que a filha gestante do casal espera um menino. “Na nossa família são todas mulheres e íamos festejar a chegada de um menino”. O governador Herrera confirmou as palavras da viúva. Segundo ele, Castillo era “um dos melhores pilotos da Argentina” e pilotava o helicóptero oficial da província – um Eurocopter. Castillo descreveu o helicóptero como “um dos melhores do mundo para alta montanha e em ótimas condições”.

A província de La Rioja usava a aeronave com frequência para missões de resgate em inundações e incêndios, para fazer segurança — como a do rally Paris-Dakar, e em atividades de promoção do turismo na região. Tanto o governador quanto a juiza Virginia Illanes Bordon, a cargo das investigações preliminares, disseram que os peritos estão analisando as imagens da colisão para determinar a causa do acidente. Ela não quis comentar as especulações de que o choque teria sido provocado por uma forte rajada de vento.

Os corpos foram encaminhados ao necrotério de La Rioja, para a autopsia. A juiza disse que manteve a cena do acidente intacta, à espera da chegada de peritos aeronáuticos argentinos e franceses. O acidente – o maior envolvendo participantes de reality shows – comoveu a França. Os dois helicópteros levavam oito franceses – quatro em cada um – que participavam de um show de sobrevivência. A ideia era levar os passageiros a um local isolado, de onde eles deveriam sair. Dois atletas olímpicos da França estão entre os mortos. Da Agência Brasil.

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas