Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Aleluia: “Crise de Dilma e herança maldita de Wagner dificultam governo de Rui Costa”

aleluia
Aleluia assinalou que “Rui Costa não vai ter mesada”, referindo-se aos recursos obtidos pelo antecessor, principalmente, por meio de empréstimos | FOTO: Divulgação |

“Por causa da crise econômica e da herança maldita deixada pelo padrinho Jaques Wagner, o governador Rui Costa vai fazer um governo tortuoso para infelicidade dos baianos”, disse o deputado federal José Carlos Aleluia, presidente estadual do Democratas, ao ser perguntado sobre os impactos dos problemas nacionais na Bahia, em entrevista à Rádio Tudo FM, no início da tarde desta segunda-feira (23).

Aleluia assinalou que “Rui Costa não vai ter mesada”, referindo-se aos recursos obtidos pelo antecessor, principalmente, por meio de empréstimos. “O pior é que Wagner pegava dinheiro emprestado para pagar despesas em vez de realizar investimentos no estado. Sobrou para o afilhado agora pagar a conta do rombo neste momento de tantas dificuldades econômicas devido às barbeiragens petistas na condução do país e da Bahia”.

O deputado democrata afirmou vê muita similaridade entre os governos de Dilma e Rui Costa. “Dilma pegou a herança maldita de Lula e Rui a de Wagner. Agora os dois tentam equilibrar as finanças metendo a mão no bolso da população com o aumento de impostos, em vez de cortar na própria carne, reduzindo as despesas”.

Para Aleluia, Rui Costa começou o governo fazendo um pequeno corte de despesas, insuficiente para as necessidades, e ficou só nisso. “Ele preferiu seguir o exemplo de sua presidente e, com o aumento de impostos, transferir para a população a responsabilidade de cobrir o rombo nas contas públicas, deixado por Wagner. Não é à toa que a gasolina está aumentando hoje. Rui aumentou o ICMS sobre os combustíveis no estado”.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios