Chapada: Fórum Pensando em Lençóis 2030 entra na briga para implantação da Universidade Federal

Postado em abr 22 2015 - 9:15pm por Jornal da Chapada
lençóis

O município de Lençóis sinaliza brigar por campus da universidade federal | FOTO: Rita Barreto/Setur |

Dos 24 municípios que integram o chamado Território de Identidade da Chapada Diamantina, embora não esteja no mapa territorial, é o município de Itaberaba, registrado no Território Piemonte do Paraguaçu, e que encabeça a mobilização pela implantação da Universidade Federal da Chapada Diamantina (UFCD). Mas, apesar do projeto ter sido aprovado pela Câmara Federal em março de 2003, a instalação da UFCD ainda não foi votada pelo Senado. Se quiser realmente a implantação da unidade federal de ensino, o município de Itaberaba precisa se mobilizar para assegurar que o projeto do governo federal seja implantado na cidade. Isso porque o Fórum Pensando em Lençóis 2030, que tem o produtor rural Jânio Azevedo como um dos seus idealizadores, está entrando para valer na disputa pela implantação da UFCD em Lençóis.

Leia também:
Chapada: Durante evento em Morro do Chapéu, estudantes pedem universidade e criação de grêmios na região
Chapada: Ministro garante recursos para projeto de implantação de Universidade Federal na região
Itaberaba: Audiências debatem implantação da Universidade Federal da Chapada Diamantina

“O Território prepara uma campanha para destravar o processo e já nomeou comissões acadêmica, de comunicação, mobilização social e de articulação política. Lençóis é citada na diretriz de elaboração do projeto acadêmico como sendo um chamariz, já que é um dos municípios mais conhecidos da Bahia. No entanto, nossa cidade não é representada por nenhum dos 25 profissionais que integram as três comissões do Território”, salienta o produtor rural em texto publicado na página do Fórum, nas redes sociais.

Ainda de acordo com Jânio Azevedo, essa situação de disputa política entre Itaberaba e Lençóis pode ser desfavorável para a cidade histórica da Chapada Diamantina e pede o apoio do poder público e da sociedade local para entrar na briga. “Uma situação preocupante, já que existe o reconhecimento dos próprios responsáveis pela mobilização de que haverá uma disputa política entre os municípios pela instalação de campi universitários. Ou a sociedade e o poder público de Lençóis se mobilizam para brigar pela sua fatia no bolo, ou estão fadados a verem a UFCD ser mais uma instituição pública federal a migrar para Seabra, Mucugê e demais circunvizinhos”, declara Jânio Azevedo, na publicação.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.