Governo baiano arrecada mais de R$ 2 milhões em leilão

Postado em abr 22 2015 - 6:27pm por Jornal da Chapada
leilão

No total, foram alienados 275 lotes | FOTO: Reprodução/Secom/GOVBA |

O Governo da Bahia arrecadou R$ 2,049 milhões no primeiro leilão de equipamentos e veículos em desuso no Estado, realizado pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb), na última sexta-feira (17), no Hotel Vilamar, em Salvador. O evento teve 253 participantes e superou a expectativa dos organizadores, que esperavam arrecadar R$ 1 milhão para efetivação de novos investimentos na máquina pública.

No total, foram alienados 275 lotes. Os veículos foram responsáveis pelo maior volume de arrecadação – mais de R$ 1,8 milhão. Em seguida, as sucatas de veículos (quase R$ 95 mil) e os móveis (mais de R$ 70 mil). Os demais itens disponíveis no leilão foram máquinas, materiais hospitalares, sucatas ferrosas, carteiras escolares e equipamentos eletrônicos.

O lote com maior valor de lance foi um veículo Nissan Frontier, ano 2009, arrematado por R$ 33 mil. O lote vendido com menor valor, composto de diversos bens móveis, saiu por R$ 250. Segundo o revendedor Kennedy Lima, que participa dos leilões do Estado há 14 anos e afirma obter lucro com a revenda dos bens, “os materiais são bons e saem por um preço interessante”.

Para outro participante do leilão, Rogério Soares, os carros do Estado têm procedência e único dono. “O que a gente precisa reparar é o mínimo possível”. Segundo a coordenadora de Bens Móveis da Saeb, Jandaíra Gouveia, os bens disponíveis no leilão são considerados inservíveis para o Estado. “Isso acontece quando o custo de manutenção do bem é superior a 50% do seu valor de mercado”.

Os leilões do Estado integram as ações para a qualificação do gasto público com o objetivo de combater o desperdício na máquina pública, investindo os valores economizados no reaparelhamento da estrutura administrativa. A receita obtida com a venda dos bens irá para a conta única do Tesouro Estadual. Cabe à Saeb alienar os bens desativados do Estado, conforme Decreto nº 9.461/2005, embora unidades da administração indireta também possam realizar leilões.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.