Zika vírus pode ser transmitido por relação sexual ou transfusão de sangue

Postado em jul 9 2015 - 2:18pm por Jornal da Chapada
foto

“Esses vírus acabam tendo essas possibilidades de transmissão, além, é claro, pelo mosquito do gênero Aedes”, explicou o médico infectologista Kleber Luz | FOTO: Reprodução |

Durante uma reunião entre representantes da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), Ministério da Saúde e médicos do estado, realizada nesta quarta-feira (8), no auditório do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), o médico infectologista Kleber Luz alertou para as formas de transmissão do Zika vírus. De acordo com ele, a picada do Aedes aegypti não é a única forma de contágio. A transmissão pode ser feita a partir de transfusões de sangue, relações sexuais ou perinatal (de mãe para filho). “Esses vírus acabam tendo essas possibilidades de transmissão, além, é claro, pelo mosquito do gênero Aedes”, explicou o profissional.

Criança de sete anos é internada com Guillain-Barré
Uma criança de sete anos foi diagnosticada com a síndrome Guillain-Barré (SGB) em Feira de Santana. A menina está internada no Hospital Estadual da Criança (HEC) desde o dia 1º de julho. De acordo com boletim da unidade, o estado de saúde dela é considerado estável. A criança também teria apresentado melhora desde que começou a ser tratada com imunoglobulina, nesta terça-feira (7). No entanto, ela continua sob cuidados médicos e ainda não há previsão de alta.

Até o momento, 55 casos foram registrados na Bahia até esta quarta-feira (8), com uma morte. O óbito foi de uma mulher de 26 anos, que morreu pela doença no dia 12 de junho. Ela estava internada no Hospital Teresa de Lisieux, em Salvador, desde que apresentou os sintomas em 20 de maio. As informações foram extraídas do site Bahia Notícias.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.