CidadesCulturaCuriosidadesMenu Principal

“Nossas Raízes” se consolida como espaço de arte, cultura e educação em Lençóis

Foto: Verusa Pinho
O lugar é a segunda casa das crianças, que participam de atividades lúdicas com base em valores universais | FOTO: Verusa Pinho |

Que tal um espaço de convivência, além dos muros da escola e da própria casa, onde crianças interagem com autonomia e criatividade? Esse é o perfil do Espaço Nossas Raízes, situado em Lençóis, na Rua do Violeiro. Nesse lugar diferenciado, com direito a quintal e horta, atividades artísticas, como música, artesanato e culinária, ao lado da investigação da natureza, de brincadeiras e “contação” de histórias envolvem os pequenos, auxiliando no desenvolvimento cognitivo e motor.

O espaço abrange os quintais dos vizinhos e ambientes públicos, como as nascentes do município. Tudo isso em prol da liberdade de sentir e se expressar. “Sempre tem gente chegando, querendo se encontrar, estar com o grupo. Estamos nos descobrindo diariamente, tentando mostrar um mundo melhor e o melhor de cada um de nós para as crianças”, pontua a artesã e oficineira Raquel de Freitas, uma das idealizadoras do projeto.

Michele interagindo com as crianças na tradicional quebra  do licuri, coco típico na região. Foto: Verusa Pinho
Michele interagindo com as crianças na tradicional quebra do licuri, coco típico na região | FOTO: Verusa Pinho |

Em parceria com Michele Torres, também artesã, a ideia foi ganhando vida. As amigas sentavam em frente às suas casas para trabalhar e isso despertou a curiosidade das crianças, a começar pelos seus filhos. No verão de 2012, aconteceram oficinas de costura, jardinagem e artesanato, com produção de mandalas, flores de PET, porta-retratos e vasos. As atividades passaram a ter periodicidade semanal, até que, em 2014, a bióloga Vanessa Camargo e a pedagoga Ísis Dantas chegaram ao grupo.

Aprender brincando

Desde fevereiro do ano passado, as manhãs de segunda a sexta-feira são dedicadas às crianças de dois a sete anos de idade, com foco na temática Brincar e Compartilhar. Nas tardes de terça e sexta-feira, acontecem oficinas para o público infantil, a partir de sete anos, e demais interessados, inclusive adultos, sob o lema Criar e Experimentar. Todas as ações têm orientação da pedagoga e de uma das artesãs, que auxiliam nas atividades artísticas, acompanhadas por um pai ou mãe, que atua de forma voluntária e contribui tanto nas ações pedagógicas quanto administrativas.

Rabiscos feitos pelos pequenos. Foto: Verusa Pinho
Rabiscos feitos pelos pequenos | FOTO: Verusa Pinho |

“Se o Nossas Raízes fosse uma escola, teríamos aqui turmas multisseriadas. No dia a dia, identificamos as preferências e habilidades das crianças e adaptamos nossas dinâmicas, incluindo atividades de pré-alfabetização, realizadas em conjunto com os pais. Somos um coletivo, um ambiente comunitário frequentado por crianças, pais, mães e amigos”, explica Ísis Dantas. Para Karla Santana, mãe do pequeno Davi Rudá, 7, o espaço auxilia na formação tradicional, ao explorar o lúdico e a liberdade das crianças. “Gosto do teatro, das brincadeiras e histórias”, comenta Davi.

A filosofia
Compartilhar, agradecer, respeitar, ter empatia, confiança em si e no outro e cuidar da natureza são valores de destaque na pedagogia do Nossas Raízes.“Nós temos como base as práticas de educação livre, que acreditam na curiosidade nata do ser humano. Ou seja, se estamos seguros, temos atenção e amor, podemos desenvolver nossas potencialidades, ter responsabilidade sobre as próprias escolhas e, assim, aprender naturalmente. É a descoberta da liberdade através de ‘com-vivências’. Temos influência da pedagogia Waldorf, de Paulo Freire, Alexander Neil (da escola Summerhill), Rubem Alves, Tião Rocha, e inspiração em poetas, como Manoel de Barros”, esclarece a educadora e bióloga Vanessa.

Mini-horta do Nossas Raízes. Foto: Verusa Pinho
Mini-horta do Nossas Raízes. Foto: Verusa Pinho

Educação Ambiental

Além de produzir arte com materiais que seriam descartados, neste ano o espaço aderiu aos times de coleta do grupo norte-americano TerraCycle, que já tem atuação em diversos países. A iniciativa consiste em recolher produtos de limpeza e saúde bucal (esponjas, escovas e embalagens de pasta de dente), bem como instrumentos de escrita, a exemplo de lápis, caneta e apontador. Os resíduos são enviados de forma gratuita para o escritório do TerraCycle Brasil, em São Paulo, e transformados em novos objetos. Com isso, a instituição colaboradora ganha pontos, que são revertidos em dinheiro para doar a entidades sem fins lucrativos.

De acordo com Vanessa Camargo, os produtos podem ser entregues no próprio espaço e na sede do projeto ‘Chapada Diamantina em retalhos’, que fica na Rua da Baderna, no centro de Lençóis. “A meta é reduzir o desperdício e a produção de lixo, incentivando o reaproveitamento e a reciclagem”, ressalta.

O Coletivo

Foto: Acervo Nossas Raízes
| FOTO: Acervo Nossas Raízes |

Entre janeiro e fevereiro de 2015, uma sede inteiramente destinada às atividades de arte, cultura e educação foi reformada e adaptada para garantir a segurança dos pequenos. O espaço, que contém cozinha, sala de exercícios, quintal, internet e brinquedoteca, está aberto para receber outras atividades, que possam contribuir com a sustentabilidade do projeto.

“Contamos com contribuições financeiras regulares de todos os integrantes, além dos padrinhos. Mensalmente, desenvolvemos bazar para arrecadar recursos com a venda de roupas, acessórios, artigos de bebê, calçados e artesanato. Hoje somos um Coletivo, unidos pelo amor aos nossos filhos e pela vontade de viver num mundo mais artístico, harmônico e saudável. O Espaço Nossas Raízesdepende não só de dinheiro, mas, principalmente, de participação. De corações abertos, queremos trabalhar em conjunto com todas as famílias que desejam educar com amor, autonomia e criatividade!”, convida Vanessa.

Texto: Verusa Pinho extraído do Guia Chapada Diamantina

 

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios