CidadesCulturaCuriosidadesMenu Principal

Itaberaba: Festa de Halloween do CCAA aproxima crianças e adolescentes da cultura norte-americana

foto5
A festa é realizada pelo CCAA de Itaberaba desde de 1996 e, a cada ano, volta mais forte, colorida e animada | FOTO: Jornal da Chapada |

O final de semana na Chapada Diamantina foi marcado pela festa de Halloween do curso de idiomas CCAA do município de Itaberaba, aproximando cada vez mais as crianças e adolescentes da cultura norte-americana. Desta vez, o evento, que chega à sua 19ª edição, aconteceu no sábado, 7 de novembro, com a presença dos estudantes, pais e professores, além de representantes de segmentos da sociedade. A iniciativa é dos sócios-proprietários do CCAA, os professores Manoel Parisio Ferreira e João Libério de Oliveira Junior.

“Essa festa acontece há 19 anos e, apesar da crise, temos o prazer em organizá-la. Aliás, nossa festa começou em 1996 e hoje é um evento que faz parte da história da escola e da cidade. É bom lembrar, que para nós não, a festa não é só diversão, é também um trabalho de socialização e captação de novos alunos. A própria matriz do curso CCAA nos orienta a divulgar a cultura do calendário norte-americano dentro do curso de inglês, como uma forma de aproximar a criançada e de despertar o seu interesse”, informa Manoel Parisio Ferreira.

A festa migrou para o Buffet Bite Fest, um espaço de eventos localizado no centro da cidade, para acomodar melhor os alunos, familiares e convidados. Prestigiaram o evento, amigos, familiares dos sócios e professores Manoel Parisio Ferreira e João Libério de Oliveira Junior. Apesar do calor de Itaberaba, mais uma vez o Halloween do CCAA expôs a criatividade dos alunos, que compareceram devidamente a caráter. Este ano, a temática festa contou com uma decoração onde predominou os tons de preto, laranja, vermelho, verde e roxo, cores peculiares aos diversos e ‘sinistros personagens’ da festa. As crianças e familiares entraram no clima em meio a abóboras iluminadas, réplicas perfeitas de esqueletos, morcegos, bruxas e vampiros.

foto5
As crianças entraram no clima, cada um com sua irreverência, fantasias e maquiagens assustadoras | FOTO: Jornal da Chapada |

Este ano, fizeram sucesso as réplicas de uma bruxa na vassoura e de um espantalho, uma foi fixada na entrada do buffet e o outra adornava a mesa recheada de gostosuras. Entre os doces merecem destaque uma bandeja de suspiro em forma de fantasma e os brigadeiros decorados com minis abóboras. Outra novidade que encantou a criançada foi a presença de uma maquiadora que com muita criatividade pintava as crianças dando mais alegria as macabras e assustadoras fantasias. “A festa é muito legal e ajuda as crianças, os alunos [mesmo não estando no local de origem] a compreender culturas diferentes, sem falar, que esta em particular, faz parte de uma tradição da língua que eles estão estudando”, enfatiza a professora Ana Karina Almeida Macedo, mãe de Cauã Macedo Primo, de 7 anos.

O momento mais esperado pelas crianças é a romaria “trick or treat” (travessuras ou gostosuras), onde a criançada acompanhada pelos pais, professores e apoiadores da iniciativa percorreram a Avenida Rio Branco, do Hotel Araújo até o Bite Fest, visitando as residências e enchendo os caldeirões e sacos com balas e guloseimas.

foto6
A grande novidade é a romaria ‘travessuras ou gostosuras?’, que mobilizou os moradores da Avenida Rio Branco | FOTO: Jornal da Chapada |

Trick or treat
Esse ritual tem origem nos tempos medievais e, mais uma vez, a festa fez sucesso entre os alunos de várias faixas etárias. “Acho a festa bem interessante, pois os alunos já vão se familiarizando com a cultura norte-americana e parabenizo o CCAA pela iniciativa. Este é o primeiro ano que minha filha participa e fiquei tão empolgada com a animação que pretendia deixá-la para pegar mais tarde, mas resolvi também participar”, revela Rafaela Andrade, mãe de Raika Vitória, de 6 anos.

O Halloween
Segundo historiadores, uma versão antiga da festa surgiu na Europa, muitos anos antes de Jesus Cristo. Inicialmente, o Halloween era celebrado como um ritual celta na noite do dia 31 de outubro, que simbolizava o início do Samhain (que significa final do verão), marcando o fim da colheita, o início do inverno e as comemorações do ano novo celta. Não se sabe com exatidão quais eram os objetivos dos celtas ao utilizarem objetos assustadores em suas casas nesse dia, ou porque usavam fantasias macabras. Os celtas não deixaram registros escritos, e sua história e tradições foram passadas oralmente de geração em geração. A frase “travessuras ou gostosuras” também tem origem na tradição celta.

foto7
Na decoração do espaço da festa havia réplicas perfeitas de morcegos, bruxas, esqueletos, vampiros | FOTO: Jornal da Chapada |

O Halloween no Brasil é chamado de ‘Dia das Bruxas’. Sua celebração também acontece no dia 31 de outubro. Acredita-se que na passagem dessa noite as almas saem de seus túmulos e partem pelas ruas amedrontando todos aqueles que estão por perto. O dia das bruxas se infiltrou em nossas comemorações de forma tímida, pois o Brasil, país que celebra as coisas boas da vida, não se vê em meio à festividade aos mortos. Apesar de sua pequena influência, pode ser vista em escolas, clubes, casas noturnas e shoppings de várias cidades, mas como dito anteriormente, não adquire força expressiva, por não ser uma festa do folclore local.

“Parisio e João Libério estão de parabéns, a cada ano me surpreendo com a Festa de Halloween do CCAA/Itaberaba, afinal, no mundo globalizado e repleto de informações, os cursos de idiomas devem disponibilizar atrativos aos alunos de modo que os mesmos consigam assimilar os conteúdos propostos, no caso, além do folclore norte-americano, as expressões em Inglês como o ‘trick or treat’, estimula a conversação e a pronuncia”, declara o contabilista e radialista, Edvandro Cerqueira, um dos primeiros donos do CCAA de Itaberaba, que mesmo tendo passado o empreendimento para os professores Manoel Ferreira e João Libério, faz questão de prestigiá-los em todos os eventos.

Vale salientar que no Bite Fest, as crianças foram recebidas por uma boate comandada pelo DJ Adson Braz, que tocou hits americanos de arrepiar como “Thriller” do saudoso Michael Jackson, “Disturbia” da irreverente Rihanna, “Monster” da polêmica Lady Gaga, além de hits do pop nacional como os funks de Anita. É bom lembrar, que a festa de salão aconteceu em dois períodos, das 17 às 20 horas para as crianças e das 20h para os alunos adolescentes.

Confira mais imagens:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios