Petistas defendem Jaques Wagner durante encontro de tendência em Salvador

Postado em jan 11 2016 - 10:00am por Jornal da Chapada
foto5

Encontro da EPS reúne militantes de diferentes regiões da Bahia | FOTO: Divulgação/Peter Shilton |

A Bahia já emitiu seu recado para o país sobre o ministro da Casa Civil Jaques Wagner (PT). Em encontro estadual da tendência interna do PT Esquerda Popular Socialista (EPS), realizado em Salvador, neste sábado (9), militantes do partido e de diferentes setores da sociedade defenderam o ministro do governo Dilma e ex-governador da Bahia das acusações que tem recebido. De acordo com o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), um dos líderes da corrente no estado, Wagner é alvo de devassa por ter fortalecido o setor político da presidente da República. “A defesa é contra a tentativa torpe de setores da mídia e do judiciário que criminosamente vazam depoimentos e frases descontextualizadas dos processos e inquéritos da operação Lava Jato. Tudo isso para utilizá-las como arma política contra o PT”, diz Assunção.

O deputado baiano esteve no encontro da EPS em Salvador e formou a mesa de trabalho com a secretária estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Vera Lúcia Barbosa, e com representantes do PT e do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), como Murilo Brito e Evanildo Costa, respectivamente. A plenária da tendência do PT conseguiu reunir militantes de todas as regiões da Bahia, além de vereadores, prefeitos, e diversos movimentos sociais, como o MST e os sem tetos. Foram 107 cidades representadas no encontro que ainda teve a presença de lideranças do movimento negro, de mulheres, quilombolas, intelectuais, juventude, LGBTs, de comunidades de fundo de pasto, indígenas e também dirigentes do PT de todas as cidades.

Ainda segundo Assunção, Wagner teve dois governos que marcaram o desenvolvimento da Bahia e que conseguiu dar para a presidente Dilma votações expressivas nos dois turnos que a reelegeram em 2014. “Conhecemos bem Jaques Wagner, sindicalista e defensor dos trabalhadores, aliado dos camponeses sem-terra, e foi o governador que levou água ao sertão. Foi ele que promoveu a maior inclusão social do Brasil, que levou estradas e hospitais ao interior da Bahia e dedicou toda a sua vida a defender nosso estado e o Brasil. A militância está a postos para enfrentar o conservadorismo golpista que tenta atingi-lo”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.