Uruçuca paga piso salarial de agentes de saúde e reconhece atuação desses profissionais, diz Valmir

Postado em fev 17 2016 - 5:55pm por Jornal da Chapada
foto6

A prefeita Fernanda Silva e o deputado federal Valmir Assunção | FOTO: Divulgação |

Em meio à epidemia de várias doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, com destaque para o Zika Vírus e suas consequências, a prefeita do município de Uruçuca, no sul da Bahia, Fernanda Silva (PT), foi reconhecida pela categoria como a única gestora municipal do Brasil a pagar o piso salarial retroativo a janeiro de 2014 dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e dos Agentes de Combate à Endemias (ACE). Para o deputado federal, Valmir Assunção (PT-BA), a diretriz, além de reconhecer a importância da atuação dos profissionais neste período de combate em todo o território nacional, aponta para uma gestão voltada para a população da cidade.

“Em três anos de gestão do PT, Uruçuca não enfrentou nenhuma crise de doenças endêmicas, mesmo estando localizada próxima a cidades campeãs da dengue no Brasil. Os agentes de saúde receberam 13° e 14° [abono], política da prefeita para eliminar as doenças antes delas aparecerem. Mais barato, menos transtorno para a população que não adoece e mais valorização para os servidores locais”, destaca o parlamentar.

Neste final de semana, a região vai abrigar um encontro nacional da tendência interna do PT, a qual Assunção é a principal referência na Bahia. A escolha do local pelos dirigentes da EPS [Esquerda Popular Socialista] foi justificada pela gestão de Fernanda seguir as diretrizes das administrações da corrente, “pautadas pelo bem-estar da população, por políticas sociais e foco em quem mais precisa, tudo isso com uso racional da verba pública”. “Fernanda governa a cidade e a escolha do local foi devido à qualidade de sua gestão”, completa Valmir.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.