Chapada: Novos roteiros turísticos e descobertas são debatidos por especialistas na região

Postado em mar 29 2016 - 3:24pm por Jornal da Chapada
foto678

Profissionais identificaram a possibilidade de viabilizar a renovação dos roteiros turísticos e segmentá-los para a prática do Turismo Pedagógico na região | FOTO: Divulgação/Ana Carla Nunes |

O futuro do turismo em toda a região da Chapada Diamantina foi tema de uma discussão na última semana entre a professora, historiadora e turismóloga Ana Carla Pereira e Cássia Nunes, estudante de turismo e proprietária da Agência Raízes da Chapada com sede no distrito de Guiné (Mucugê). Elas pretendem criar um novo formato do turismo local a partir de um olhar histórico cultural com roteiros inovadores baseados do Turismo Cultural Pedagógico.

Para elas, os roteiros oferecidos aos turistas são compostos pelos atrativos turísticos já roteirizados, não ofertando nada de mais atual ou inovador. Através de visitas técnicas às cidades de Lençóis, Mucugê, Andaraí, Igatú e Palmeiras, as profissionais identificaram a possibilidade de viabilizar a renovação dos roteiros turísticos e segmentá-los para a prática do Turismo Pedagógico na região.

A programação cumprida pelas profissionais e mais uma equipe interdisciplinar composta por Pedagoga e Engenheiro Florestal, foi baseada na visitação as Cidades, distritos e povoados mais conhecidos, assim como a seus atrativos, pesquisando a história local, o legado cultural e a audição espontânea, a qual os moradores locais puderam contar suas vivências e experiências como moradores dessa região.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Chapada Diamantina, na avaliação da professora Ana Carla Pereira, oferece um celeiro cultural e histórico que precisa ser apreciado e valorizado pelos turistas. A região possuiu sua importância registrada no tempo áureo dos diamantes, aos quais os garimpeiros e tropeiros construíram a partir do seu legado um vasto patrimônio histórico e cultural que vai além das belezas naturais.

Após as visitas, a equipe conseguiu verificar as potencialidades turísticas da região e a segmentação de novos roteiros étnicos, históricos, gastronômicos, fluviais, arqueológicos, de eventos, ecológicos e rurais. Eles puderam com este trabalho avaliar as novas possibilidades de integrar seus atrativos a dinâmica de um segmento que possa ser direcionado as escolas e faculdades, universidades de dentro e fora do Estado.

Ana Carla finalizou a visita técnica, satisfeita com o mapeamento da Zona Turística das principais Cidades da Chapada Diamantina, acreditando que é possível desenvolver e melhorar o turismo nas Cidade, povoados e distritos, transformando a Chapada Diamantina em um destino sólido para as práticas de Turismo Pedagógico e Cultural no estado da Bahia. Com informações da Assessoria de Comunicação.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.