CidadesCuriosidadesMenu Principal

Bahia: Setor leiteiro de ovinos e caprinos do São Francisco será incrementado pelo Sebrae

francisco
A região possui a metade do rebanho de caprinos e ovinos da Bahia | FOTO: Reprodução |

O fortalecimento da cadeia produtiva da ovinocaprinocultura no sertão do São Francisco está sendo articulado pelo Programa Bioma Caatinga, do Sebrae, junto ao Governo do Estado da Bahia com intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) e do Banco do Brasil. A região possui a metade do rebanho de caprinos e ovinos da Bahia. Com o objetivo de somar conhecimentos e fortalecer a produção e comercialização leiteira do setor de ovinocaprinocultura aconteceu na semana passada uma reunião que contou com a presença de representantes e produtores rurais da região.

O agricultor familiar Willames Thiago Santana, presidente da Cooperativa da Agropecuária Familiar de Juazeiro será um dos beneficiados pelas ações de assistência técnica, capacitação e fomento à comercialização. A cooperativa reúne 22 produtores e atua na produção de leite e derivados e cortes especiais de cordeiro. “Nós temos a matéria-prima e produtividade que aliados à profissionalização dos produtores rurais, inserções de tecnologias e credenciamento dos produtos vai fortalecer a cadeia leiteira e ampliar as possibilidades de mercado”, disse.

O coordenador do Programa Bioma Caatinga e técnico do Sebrae Juazeiro, Carlos Robério Araújo, explica que a união de forças articuladas irão contribuir para a sustentabilidade das atividades de produção, processamento e comercialização, fortalecendo ainda mais o setor da caprinocultura de leite no norte da Bahia.

“O Programa Bioma Caatinga vai organizar a produção e o Governo do Estado vai fomentar a formalização da cadeia produtiva, provendo certificação. Uma das novidades nessa articulação é a participação direta e ativa do laticínio Bom Sabor, condição especial para que o produto seja disponibilizado para o mercado de forma legal”, frisa.

Para o Superintende da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Fábio de Oliveira, o projeto irá fomentar a produção de leite de cabra e seus derivados. “Esse é um programa de assistência social que irá incentivar a cadeia produtiva do leite de cabra. O governo do Estado da Bahia está atento para a garantia de colocação dos produtos no mercado. Não estamos medindo esforços para apoiar a certificação do laticínio e a implantação do processo de produção de queijos finos”, disse.

Entre os dias 15 e 17 deste mês os produtores irão participar de um curso de produção de queijos finos a base de leite de cabra. O evento acontecerá o Distrito Industrial de Juazeiro, no laticínio Bom Sabor e contará com a presença da Professora Doutora Maria Helena, especialista na produção de queijos finos. Com informações da Agência Sebrae de Notícias .

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios