CidadesCuriosidadesEsportesMenu Principal

FazAtleta libera R$1,5 milhão de incentivo ao esporte baiano antes das Olimpíadas

foto6
O colegiado aprovou 31 propostas de incentivos fiscais na reunião realizada dia 27 de abril | FOTO: Reprodução |

A Comissão Gerenciadora do Programa Estadual de Incentivo ao Esporte Amador do Estado da Bahia (FazAtleta) acaba de liberar R$1,5 milhão para beneficiar, diretamente, atletas, equipes e eventos que se enquadram na categoria esporte amador olímpico e paraolímpico. Esta é a primeira parcela de um montante de R$ 4,5 milhões disponibilizados pelo Governo do Estado. O colegiado do FazAtleta aprovou 31 propostas de incentivos fiscais na reunião realizada último dia 27 de abril.

Entre os contemplados estão o maratonista aquático Allan do Carmo (vaga nas Olimpíadas Rio 2016 em agosto); os paralímpicos Renê Pereira (remador com vaga garantida na Rio 2016) e Verônica Almeida (nadadora), que aguarda a confirmação de vaga. A relação completa dos projetos a serem beneficiados com recursos do Governo do Estado, por meio da isenção do ICMS, foi divulgada no Diário Oficial do Estado (D.O.E) no último dia 29 de abril.

Montante
Em 2015, o FazAtleta liberou quase R$ 3 milhões, quando foram apoiados um total de 62 atletas: 30 do judô; 11 da natação e maratonas aquáticas; seis no ciclismo; cinco no tênis; quatro no karatê. E ainda um em cada das modalidades de jet-ski, hipismo, jiu-jitsu, triathlon, remo adaptado, taekwondo; e em mais seis eventos.

Secretário estadual do Trabalho e Esporte, Álvaro Gomes ressalta o esforço do Governo da Bahia em manter em ação dois programas de incentivo ao esporte: FazAtleta e Bolsa Esporte, “mesmo diante da atual retração da atividade da economia brasileira”.

Bolsa Esporte
O Bolsa Esporte – que também incentiva o mesmo segmento do FazAtleta -possibilita um suporte para o treinamento e participação dos atletas e equipes em competições regionais, nacionais e internacionais. O programa é todo executado com recursos do Tesouro do Estado, por intermédio da Setre, através da Superintendência dos Desportos (Sudesb).

No Programa Bolsa Esporte, o Governo do Estado aplicou, a partir de 2011, um total de R$3,1 milhões, contemplando atletas como Robson Conceição, Robenilson de Jesus e Adriana Araújo (atletas do boxe com vagas garantidas na Rio 2016), além da equipe de Futebol de 5 da Bahia (deficientes visuais), que tem Jefinho (atacante), Tiago e Cássio (zagueiros) como atletas da Seleção Brasileira da modalidade que disputará os jogos Paralímpicos.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas