CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Brasil: Movimento Brasil Livre foi financiado pelo PSDB, PMDB o DEM e Solidariedade

mbl
O MBL afirmava que suas manifestações eram “espontâneas” e sempre criticou auxílios de transportes e alimentação fornecidas pelos movimentos sociais | FOTO: Reprodução |

Muito se falou, por meio de seus integrantes, que o Movimento Brasil Livre (MBL) seria apartidário, mas descobriu-se que ele foi financiado com dinheiro de partidos pró-impeachment PSDB, PMDB, DEM e Solidariedade de acordo com matéria divulgada no portal UOL, na última sexta-feira (27). O apoio ocorreu inclusive para financiar ônibus e lanches para manifestantes durantes os protestos a favor do impeachment convocados pelo movimento.

O MBL afirmava que suas manifestações eram “espontâneas” e sempre criticou auxílios de transportes e alimentação fornecidas pelos movimentos sociais, e não partidos, contra o impeachment. Um dos gritos emplacados do movimento era “eu vim de graça”.

No entanto, em áudios divulgados nesta sexta, uma das lideranças do MBL afirma estar articulando com partidos pró-impeachment para que eles utilizassem a “máquina” para ajudar nos protestos. Em outro áudio, um integrante da juventude do PSDB afirma que estava combinando de oferecer dinheiro para alimentação e hospedagem, enquanto o MBL ofereceria um ônibus para levar os manifestantes ao protesto.

Já o PMDB teria pagado a impressão de 20 mil panfletos para divulgação dos protestos. DEM e Solidariedade também teriam articulado pagamentos ao movimento “apartidário”. Parlamentares e lideranças do PT criticaram a hipocrisia do movimento. O presidente nacional do PT, Rui Falcão, listou o apoio a esses partidos como mais um dos fatores que atestam o caráter golpista do impeachment da presidente eleita.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios