#Impeachment: Rui Costa e ACM Neto falam sobre queda de Dilma Rousseff da presidência

Postado em ago 31 2016 - 8:13pm por Jornal da Chapada
foto6

O governador Rui Costa com a ex-presidente Dilma e o prefeito ACM Neto com o presidente Michel Temer | FOTO: Montagem do JC |

Depois da votação que afastou definitivamente a presidente Dilma Rousseff do comando da República, nesta quarta-feira (31), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), e o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), deram declarações sobre o fato. Costa relatou ser essa uma “data amarga para a história do Brasil”, já Neto diz que o afastamento “dará novo fôlego ao país”.

“A presidente da República reeleita pelo povo brasileiro, Dilma Rousseff, é retirada do exercício de sua função pelos representantes deste mesmo povo no Congresso Nacional. O motivo: fome de poder! Seria preciso deixar o partidarismo de lado para votar com a democracia. Seria preciso ouvir e estudar provas para formar suas próprias convicções”, diz Rui Costa em rede social.

O governador ainda continua: “Não lutei durante minha juventude para permitir o regresso do autoritarismo, do poderio na marra, revelados no decorrer de todo o processo. A democracia é grande por causa das liberdades e transformações que gera. E está mais certo do que nunca que ainda temos muito a fazer para a sua consolidação. O sonho de nossos pais, que era viver num país democrático, ainda é o nosso sonho. Vou continuar lutando de forma intransigente em defesa dos interesses da Bahia”.

Para ACM Neto, o processo já é página virada. O prefeito da capital, considerado o adversário maior de Rui Costa, disse ao site Bocão News que há uma necessidade do novo governo dialogar com a oposição e fazer o Brasil crescer. “Espero que haja novo momento na política do Brasil a partir de hoje. Que possamos definitivamente virar essa página da história deixar os embates e enfrentamentos em segundo plano. O Brasil precisa de uma agenda que supere a crise. O governo já efetivo deve construir um diálogo com a oposição, o que o anterior não fez. Não pode cometer os mesmos erros que o governo anterior”, aponta Neto.

Ao Bocão News, o prefeito do DEM falou em manter o diálogo com o presidente Michel Temer e solicitar maiores investimentos. “Trabalhei com dois governadores, Rui Costa e Jaques Wagner e trabalharei com Michel Temer. Eu tinha dito que independente do resultado a nossa posição institucional estaria preservada e vou manter isso, espero que com resultados diferentes”.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.