[Artigo]: A patética declaração de Wagner e a tristeza inesquecível de Darcy Ribeiro

Postado em set 23 2016 - 6:38pm por Jornal da Chapada
wagner

A ex-presidente Dilma e o ex-ministro Jaques Wagner, observam pela janela do Palácio do Planalto | FOTO: Valter Campanato/Agência Brasil |

*Por Beto Oliveira

A patética declaração de Jaques Wagner, na semana passada, afirmando que o Michel Temer deveria ter sido preso por conspiração contra o Estado de Direito e a Democracia quando transformava o Jaburu em bunker da conspiração golpista, revelando que não agiu quando podia, mesmo tendo instrumentos legais para isto, me faz lembrar e compartilhar o que teria sido, segundo familiares, a única grande tristeza que Darcy Ribeiro levou para o túmulo.

Após o golpe de 64, ao encontrar-se com Che Guevara pessoalmente, este lhe passou um tremendo pito, chamando-o de tudo, de cagão, incompetente, vacilão etc, por terem deixado o poder escapar das mãos e por não terem usado as ferramentas de poder para derrotar o golpe. Como se sabe, enquanto Brizola pregava a organização da resistência, a preparação para o enfrentamento, há gravações de janeiro de 64, de um programa de auditório na Radio Mayrink Veiga em que o gaúcho chamava claramente para uma organização em defesa da democracia, a linha predominante no governo Jango era de na resistir.

Em 62, na Campanha da Legalidade, Brizola chegou a organizar uma caravana militar gaúcho para ir até Brasília “prender os golpistas e fechar congresso”, que estavam conspirando contra a democracia, portanto , fora da lei. Quando a crise foi superada e os golpistas derrotados, desistindo do golpe, com a opção pelo plebiscito, dispositivos militares precursores gaúchos já estavam em São Paulo, em direção a Brasília.

Che tinha conhecimento de tudo isto e não perdoou Darcy Ribeiro e a vacilação que permitiu o golpe sem qualquer resistência, quando o Almirante Aragão tinha tropas cercando o Palácio da Guanabara, onde estava Lacerda, o cabeça do golpe, tendo solicitado ordem para atacar, o que lhe foi negado por Jango. O Brigadeiro Moreira lima, com posições de comando na Base Aérea de Santa Cruz, sobrevoou as tropas golpistas que vinham de Minas, e também não teve autorização para atacar.

Darcy ouviu cabisbaixo o pito de Che Guevara. Tudo indica que concordou com a bronca guevarista, pois, segundo familiares, foi a grande tristeza que ele levou para o túmulo. A declaração de Jaques Wagner é indicativo do que já sabemos: não houve nenhuma tentativa de organizar uma resistência. A TV Brasil só alterou sua programação quando a situação estava quase perdida. Dilma declarou à Telesur que não tinha nenhuma indicação de que se tratava de um golpe organizado de fora, nada foi feito para conter os abusos ilegais da PF…

Muito ainda está por ser revelado sobre o golpe que derrubou Dilma, sem que se tenha convocado a uma reação contundente, sequer uma Rede da Legalidade de Rádios e TVs, como propusemos, foi tentada. Com 7 tvs legislativas nas mãos, os governadores petistas,com obrigação de defender a Constituição, sequer alteraram a programação de suas emissoras, a começar pela formação de uma rede em defesa da democracia e da legalidade. O golpe transcorreu como um procedimento normal, sem que se convocasse o povo a resistir e a se mobilizar.

Sentirá Wagner a mesma tristeza sentida pelo inesquecível Darcy Ribeiro?

*Texto enviado por Valter Xéu.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.