Dilma muda campanha em Salvador, não tem nada ganho, diz Valmir

Postado em set 23 2016 - 9:51am por Jornal da Chapada
foto

O deputado federal Valmir Assunção durante ato político com Dilma, Wagner e Rui Costa | FOTO: Divulgação/Jonas Santos |

“A presença de Dilma na campanha de Alice muda o jogo aqui em Salvador e complica para o apoiador do golpe. Não tem nada ganho e a população vai saber escolher o que é melhor para a capital da Bahia”. Foi dessa maneira que o deputado federal Valmir Assunção (PTA-BA) se referiu ao ato político desta quinta-feira (22), onde a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) arrastou mais de 80 mil pessoas pelas ruas soteropolitanas.

O ato, conhecido como ‘Dia Nacional da Paralisação’, se juntou à ação política de campanha da candidata Alice Portugal (PCdoB). Ativistas, representantes de partidos políticos de esquerda, movimentos sociais, sindicais e populares, além de políticos de diferentes agremiações caminharam e acompanharam uma carreata no trajeto do Campo Grande à Praça Castro Alves.

Para o ex-governador da Bahia e ex-ministro de Dilma, Jaques Wagner, a presença da ex-presidente envolve o eleitorado e pode sim reverter a campanha de Alice. “Se as pessoas perceberem e pensarem que aqueles que roubaram o voto, não merecem ter voto agora, em 2016 podemos reverter”, salienta Wagner durante entrevista a jornalistas.

O governador Rui Costa também esteve no evento e defendeu o legado de Lula e Dilma. Ele lembrou das ações e benefícios que os governos federais petistas trouxeram para a Bahia. Já Dilma, durante o discurso, disse que está “estarrecida de alguém anunciar que fez uma obra quando não a fez. Vou repetir uma palavra em baianês que resume muito bem essa situação, ponga”, disse ao se referir às obras do metrô de Salvador.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.