CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal
Trending

#Chapada: Cooperativa de Itaberaba produz barras de cereais e frutas desidratadas

A gerente comercial da Coopaita, Tatiana Santos, afirma que o objetivo da produção de barras de cereais é fazer essa integração entre cooperativas, para valorizar os produtos da agricultura familiar e estimular o agricultor familiar a trabalhar, sabendo aonde vai colocar o produto dele.

As barras de cereais, comuns em academias e na casa de quem quer um alimento mais saudável, são inovação da Cooperativa Agroindustrial do município de Itaberaba (Coopaita), na região da Chapada Diamantina. Abacaxi, salada de frutas, licuri, castanha, banana com umbu e jaca com coco são alguns sabores de barrinhas de cereais Naturita, que já estão em produção. As barrinhas de cereais são produzidas utilizando produtos da agricultura familiar, agregando valor e gerando emprego e renda na cadeia produtiva da fruticultura.

A gerente comercial da Coopaita, Tatiana Santos, afirma que o objetivo da produção de barras de cereais é fazer essa integração entre cooperativas, para valorizar os produtos da agricultura familiar e estimular o agricultor familiar a trabalhar, sabendo aonde vai colocar o produto dele. “Nós utilizamos o mel de Ibotirama, a castanha de Ribeira do Pombal, o doce de umbu de Uauá e Manoel Vitorino, ou seja, essas barras de cereais têm um pedaço de cada canto dessa Bahia”.

barra
Outro carro chefe da produção da Coopaita são as frutas desidratadas | FOTO: Divulgação/CAR |

O nutricionista, Iuri Lima, que trabalha na Coopaita, explica que o consumo de barras de cereais é importante pois “ela é rica em proteína e em fibra, vem da agricultura familiar e gera renda ao pequeno produtor”. Segundo Lima, saborear esse produto em horas estratégicas contribui para que no momento da refeição principal (café, almoço ou jantar), a ingestão de alimentos não seja realizada de maneira exagerada.

Frutas desidratadas
Outro carro chefe da produção da Coopaita são as frutas desidratadas, que após embalada tem uma vida útil para consumo, de aproximadamente um ano. “O processo é bem rápido: a gente higieniza a fruta, seja abacaxi ou banana, descasca, corta e coloca no desidratador, retira toda água, porque quanto mais líquido um fruto tem, mais fácil de se deteriorar”, conta o nutricionista.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios