Chapada: Tunga deve ser diplomado como o novo prefeito de Iramaia; Lençóis clama por Marcão

Postado em dez 6 2016 - 8:56pm por Jornal da Chapada
tunga

O prefeito eleito de Iramaia ganhou a eleição do dia 2 de outubro com 3.789 votos | FOTO: Jornal da Chapada |

O ex-prefeito do município de Iramaia, na Chapada Diamantina, Antônio Carlos Silva Bastos, o Tunga (DEM), deve ser diplomado pela Justiça Eleitoral como o prefeito eleito de fato e de direito pela população. O recurso eleitoral que solicitava a reformulação da sentença que indeferiu o registro de candidatura de Tunga, o de número 115-93.2016.6.05.0169, foi negado provimento à unanimidade na 114ª sessão ordinária do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), no dia 23 de novembro. A sessão foi presidida pelo juiz Mário Alberto Simões Hirs.

Para quem não sabe, o prefeito eleito de Iramaia representa a coligação ‘Unidos Para Trabalhar e Reconstruir’ e ganhou a eleição do dia 2 de outubro com 91,77% dos votos válidos, ou seja 3.789 votos, juntamente com o vice-prefeito Waldemar Souza Ramos Neto (PR), que é filho da maior liderança política do município de Iramaia, o ex-prefeito Fernando Ramos.

A dobradinha Tunga e Wá, ganhou para o atual prefeito Antônio Rodrigues Caíres, o popular Dodinha (PSL) e para a candidata do PCdoB, professora Bete. Acontece que o resultado da eleição de 2016 do município de Iramaia, mas uma vez, foi decidido na Justiça. Isso porque as candidaturas de Tunga e Dodinha (os mais votados) foram dadas como nulas por força da Lei da Ficha Limpa.

marcao

Marcão, em Lençóis, também aguarda decisão | FOTO: Jornal da Chapada |

A confusão do pleito em Iramaia, dessa vez, foi tão grande que chegaram a cogitar a eleição da professora Bete – que só obteve nas urnas 8,23%, o que corresponde a 340 votos. Bete jamais poderia ser eleita, já que a legislação sugere uma nova eleição para esse caso.

População de Lençóis aguarda decisão
Os eleitores do Lençóis, também na Chapada Diamantina, comemoraram a vitória de Tunga no TRE, já que a decisão do tribunal reacendeu a esperança de vitória do ex-prefeito Marcos Airton Alves de Araújo, o Marcão do PRB, que também foi eleito nas urnas com 2.411 votos.

Marcão foi declarado também inelegível com base na Lei da Ficha Limpa. O ex-gestor venceu nas urnas as candidatas Vanessa Senna (PSD) e Edileide do PP, e o recurso que reivindica sua eleição vem sendo apreciado pelo colegiado do TRE-BA.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.