AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Chapada: Vereadora usa tribuna da Câmara e acusa políticos de interferirem em decisão judicial

jc
A edil Meire diz que opositores de Marcão agiram politicamente para conseguir a diplomação da segunda colocada da eleição em Lençóis | FOTO Montagem do JC |

A sessão da última quarta-feira (14) na Câmara de Vereadores de Lençóis, município da Chapada Diamantina, foi marcada pelo discurso inflamado da vereadora Aída Meire de Araújo Neto (PRB). Em sua fala, ela acusou a candidata, e segunda colocada nas eleições deste ano, Vanessa Senna (PSD), “de ter utilizado favores do senador Otto Alencar (PSD) para indeferir os pedidos do prefeito eleito” Marcos Airton Araújo, o popular Marcão (PRB), junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Leia também
Chapada: Lençóis ainda sem prefeito; TRE nega recurso de Marcão e decisão vai para o TSE
Chapada: Prefeito eleito de Lençóis desconfia de “comemorações antecipadas” de advogado denunciado

Segundo a vereadora “a decisão afronta o princípio Republicano. Em outras cidades conseguiram deferimento, mas em Lençóis foi diferente”. Ela chegou a dizer que “os opositores de Marcão comentam publicamente que Otto esteve no gabinete do desembargador responsável pelo julgamento do processo para pedir a não concessão do deferimento”. Conforme a edil, eles também dizem que Alencar já conseguiu a diplomação de Senna. “Isso é um absurdo, a Lei proíbe. Já que a mesma prevê novas eleições”, finalizou Araújo.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios