Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal

#Bahia: Barragens são soluções do governo estadual para crise hídrica

rio
Governo segue com a construção de três importantes barragens, que beneficiarão mais de 760 mil baianos | FOTO: Reprodução | 

Em meio à crise hídrica que assola a Bahia, considerada a pior dos últimos cem anos, o Governo do Estado, através da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), tem acelerado as ações de forma a reverter esse cenário. Dentre elas, o avanço na construção de três importantes barragens, que beneficiarão mais de 760 mil baianos. São elas a Baraúnas, a Catolé e Rio Colônia. Em Seabra, município da Chapada Diamantina, após 13 dias da assinatura da ordem de serviço, a obra da barragem de Baraúnas já foi iniciada.

Segundo o governo, está acontecendo a mobilização de equipamentos, assim como o desmatamento, limpeza do eixo da barragem e da área onde será implantado o canteiro. A intervenção, no valor de R$ 92 milhões, garantirá a segurança hídrica para mais de 65 mil baianos. O prazo de conclusão é de aproximadamente 18 meses. A obra da barragem do Rio Colônia, em Itapé, no Sul da Bahia, já chega a 73,62% do percentual de execução, com previsão de entrega para o segundo semestre de 2017.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Com isso, vamos garantir o abastecimento de água para um total de 353,4 mil habitantes de Itabuna e região, regularizar a vazão do rio Cachoeira, prevenir ainda as cheias no município de Itabuna, bem como atrair novas empresas para aquecer a economia”, comemorou o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto. A Barragem do Catolé, que será responsável pelo abastecimento da região de Vitória da Conquista e região, teve seu projeto aprovado pelo Ministério das Cidades, que resultará na liberação de R$ 141 milhões.

O processo de licitação já foi lançado. A intervenção, que beneficiará 348,6 mil habitantes, possui investimento total de R$ R$ 204 milhões, sendo R$ 182 milhões para a construção do maciço e R$ 22 milhões em ações de sustentação. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios