AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Polícia Civil já prendeu oito pessoas em flagrante durante operação Luz na Infância

foto
Setenta e seis policiais, em 21 viaturas participam da operação deflagrada nesta sexta | FOTO: Ascom/Polícia Civil |

Oito pessoas já foram presas em flagrante durante a operação integrada Luz na Infância, maior ação da história de combate à pedofilia, deflagrada, na manhã desta sexta-feira (20), em Salvador, pela Polícia Civil, por meio dos departamentos de Polícia Metropolitana (Depom) e de Inteligência Policial (DIP), Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), Coordenação de Tecnologia da Informação e Telecomunicações (CTIT) e Grupo Especial de Repressão a Crimes por Meios Eletrônicos (GME).

Também são parceiros na ação, a Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública do Estado (SI/SSP) e Departamento de Polícia Técnica (DPT), em parceria com Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). Nove mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos bairros do Stiep, Chame-Chame, Pituba, Barbalho, Barroquinha, Itapuã, Coutos e Caminho de Areia. Setenta e seis policiais civis, em 21 viaturas, estão envolvidos na operação Luz na Infância.

Os alvos da operação Luz na Infância foram identificados por meio de um levantamento de informações pela Senasp e a Embaixada dos Estados Unidos da América no Brasil – Adidância da Polícia de Imigração e Alfandega em Brasília (US Immigration and Customs Enforcement-ICE). Com base em informações e evidências coletadas em ambientes virtuais, a Polícia Civil instaurou inquéritos policiais e representou pelas buscas e apreensões junto ao Poder Judiciário, buscando apreender computadores e dispositivos informáticos, onde estão armazenados os conteúdos de pedofilia, indiciar e prender os criminosos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os trabalhos que resultaram na operação Luz na Infância vêm sendo feitos há seis meses e são fruto do aprimoramento do trabalho de inteligência de segurança pública e atuação em modelo de força-tarefa, que reúne em um mesmo ambiente de trabalho policiais com expertise e capacitação na repressão aos crimes virtuais e de pedofilia, cenário ideal para coletar e preservar evidências criminosas, garantindo, como consequência, a identificação e posterior condenação dos criminosos pela Justiça.

Pedófilos normalmente são pessoas adultas que tem preferência sexual por crianças pré-púberes ou no início da puberdade. O complexo ambiente da internet e a ausência de fronteiras no mundo virtual são elementos que propiciam terreno fértil à atuação desses criminosos.

Operação
A operação foi batizada de Luz na Infância por serem bárbaros e nefastos os crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes. A internet facilita esse tipo de conduta criminosa e geralmente os criminosos agem nas sombras e guetos da rede mundial de computadores. Luz na Infância significa propiciar as crianças e adolescentes vítimas de abuso e violência sexual, o resgate da dignidade, e também tirar esses criminosos da escuridão, para que sejam julgados à luz da Justiça. As informações são da Polícia Civil da Bahia.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas