CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal

#Bahia: Governo de Rui Costa rebate críticas do prefeito de Feira de Santana

foto1
O governo da Bahia elencou as intervenções na Saúde, que ultrapassam R$ 50 milhões em Feira de Santana, desmentindo assim as declarações do prefeito José Ronaldo | FOTO: Arquivo/Secom |

O governo estadual se posicionou após as críticas feitas pelo prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), que questionou os investimentos do Estado na cidade. Em nota o governo da Bahia elencou as intervenções na Saúde, que ultrapassam R$ 50 milhões.

“Somente na obra mais recente realizada no município pelo Governo do Estado, foram investidos mais de R$ 7,5 milhões na implantação da Maternidade Regional de Feira de Santana, dotando a região com a segunda maior maternidade pública da Bahia. Apenas em equipamentos, foram aplicados mais de R$ 5 milhões. Já as obras, foram realizadas com recursos da ordem de R$ 2,5 milhões e garantiram a implantação de mais de 100 novos leitos de maternidade em Feira, sendo 30 de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 28 de Cuidados Intermediários (UCI)”, afirma o comunicado, acrescentando que a maternidade também consumirá mais de R$ 30 milhões por ano em custeio.

O governo citou também o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), que está sendo ampliado e modernizado. “Além da nova emergência, cujo investimento em obras ultrapassa R$ 5 milhões, está em andamento a licitação para a implantação de uma nova UTI de 20 leitos e uma nova ala de ortopedia com 40 leitos que deverá receber mais R$10 milhões de reais entre obras e equipamentos”. Outra obra lembrada foi a da Policlínica Regional de Saúde, que ainda está em construção e será inaugurada em abril de 2018.

A obra teve investimento de R$ 24 milhões e oferecerá exames, como ressonância magnética e tomografia computadorizada, somente realizados nas redes privadas em Feira. “O prefeito rapidamente também esqueceu que a Unidade de Pronto Atendimento 24 horas (UPA tipo III), a maior UPA do interior do estado, inaugurada em setembro de 2016, contou com investimentos da ordem de R$ 4,3 milhões, isso sem contabilizar mais de R$ 13 milhões de custo anual de manutenção”, concluía o comunicado. Jornal da Chapada com informações do Bahia Notícias.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios