AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

#Bahia: MP identifica mais de 170 casos de nepotismo em cidades baianas no ano de 2017

foto45
A mais recente ação foi movida contra o prefeito de Itapetinga, Rodrigo Hagge Costa (MDB), em novembro passado | FOTO: Foto: Reprodução |

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) identificou pelo menos 170 casos de nepotismo em 38 municípios baianos em 2017. Dentre eles, 34 ocorrências em oito cidades foram levadas à Justiça pelo MP-BA. A mais recente ação foi movida contra o prefeito de Itapetinga, no sudoeste da Bahia, Rodrigo Hagge Costa (MDB), em novembro do ano passado. Ele não acatou a recomendação para demitir cinco servidores parentes de secretários. No mês anterior, o alvo foi o prefeito de Irecê, Elmo Vaz (PSB), acionado por não exonerar nove familiares.

O maior número de irregularidades identificadas pela Promotoria foi em Barra, no Oeste da Bahia, onde 26 funcionários eram parentes do prefeito, Deonísio Ferreira de Assis (PSDB), do vice ou de vereadores. Também foram acusados os prefeitos de Santo Amaro (Flaviano Bonfim, do DEM), Morro do Chapéu (Leo Dourado, do PR), Eunápolis (Robério Oliveira, do PSD), Jaguarari (Everton Rocha, do PSDB), Biritinga (Celsa da Sucam, do PDT) e Itabuna (Fernando Gomes, do DEM). As informações são do colunista Jairo Costa Jr, do jornal Correio.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios