Chapada: Resultados da seleção de programas federais serão divulgados esta semana em Itaberaba

Postado em maio 9 2018 - 11:09am por Jornal da Chapada
capa

O processo seletivo acontece em duas etapas: a primeira é a avaliação escrita e a segunda é a avaliação de títulos | FOTO: Divulgação/Secom |

As provas escritas da seleção pública dos programas ‘Mais Alfabetização’ e ‘Novo Mais Educação’ para 600 inscritos foram aplicadas na manhã da última terça-feira (8) pela prefeitura de Itaberaba, cidade da Chapada Diamantina, através da Secretaria Municipal de Educação (Seduc) da gestão ‘Cidade de Todos’, do prefeito Ricardo Mascarenhas (PSB). São 80 vagas oferecidas, sendo 20 vagas do ‘Mais Alfabetização’ e 60 do ‘Mais Educação’. O processo seletivo acontece em duas etapas. A primeira consiste na avaliação escrita, realizada na terça. A segunda será a avaliação de títulos.

Segundo a Seduc, os resultados da seleção serão divulgados já na próxima quinta-feira (10), seguindo o cronograma determinado pelo Ministério da Educação (MEC). O ‘Novo Mais Educação’ é um programa do MEC que tem como objetivo melhorar a aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática no ensino fundamental, por meio da ampliação da jornada escolar de crianças e adolescentes, otimizando o tempo de permanência dos estudantes na escola. O programa funcionará por meio do reforço pedagógico nas disciplinas e do desenvolvimento de atividades nos campos de artes, cultura, esporte e lazer.

A ideia é melhorar o desempenho educacional mediante a complementação da carga horária em cinco ou quinze horas semanais no turno e contraturno escolar. Em Itaberaba, o programa será implementado nas unidades da Rede Municipal de Ensino (RME), através da articulação institucional e cooperação com as secretarias estadual e municipal de educação. No caso do Programa Mais Alfabetização, os candidatos selecionados passarão, ainda, por capacitação, promovida pela Seduc, para estarem aptos a atuar como Assistentes de Alfabetização e trabalhar diretamente na própria sala de aula, auxiliando o professor regente.

O Mais Alfabetização visa fortalecer e apoiar as unidades escolares no processo de alfabetização dos estudantes nos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental, garantindo o apoio adicional, prioritariamente, no turno regular, com a presença do assistente de alfabetização ao professor alfabetizador, por um período de cinco horas semanais, para as unidades não vulneráveis; ou período de 10 horas semanais, para as unidades escolares vulneráveis. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.