Chapada: Povoado de Santa Quitéria celebra dia da padroeira e mantém tradição em Itaberaba

Postado em maio 22 2018 - 6:42pm por Jornal da Chapada
foto

A homenagem começou logo cedo, com uma alvorada de fogos e missa, seguida pelo tradicional leilão; comitiva de políticos acompanhou as celebrações | FOTO: Divulgação/Secom |

O povoado de Santa Quitéria, a cerca de 38 quilômetros da sede do município de Itaberaba, na Chapada Diamantina, celebra, nesta terça-feira (22), o dia da padroeira da localidade, que leva o mesmo nome. Conforme as informações da Secretaria de Comunicação da prefeitura, a homenagem começou logo cedo, com uma alvorada de fogos e missa, seguida pelo tradicional leilão. Organizado por moradores, os brindes variam de utensílios, frutas e animais. Toda a renda é revertida para a Igreja. Ao fim tarde, a procissão percorreu as ruas do povoado, reforçando a fé e a devoção dos moradores.

Uma comitiva de políticos acompanhou as celebrações. O prefeito Ricardo Mascarenhas (PSB), junto com a vice-prefeita Maria José Novais (PSD), com a secretária municipal de Comunicação, Ana Fabrícia de Mattos, e os vereadores Luciano de Santa Quitéria, Peba e Bodinho Neto, participou da missa das 10h, celebrada pelo padre Roque na capela de Santa Quitéria, que estava lotada de fiéis e devotos. Ricardo destacou a importância de se manter vivas as tradições culturais, afim de reforçar a identidade das pessoas com o lugar.

Segundo o gestor, que aproveitou a oportunidade para também ouvir as demandas da comunidade, haverá novidades para Santa Quitéria. “Da nossa visita surgiram demandas de calçamento de ruas, pavimentação de vias, criação e requalificação de praças. Em breve, estaremos anunciando, assim como fizemos com a Vila São Vicente e o Povoado de Guaribas, novas obras para Santa Quitéria”, afirmou o prefeito.

O vereador Luciano de Santa Quitéria destacou a importância de se manter a tradição com toda a sua riqueza e espontaneidade, e lembrou que a padroeira ainda ‘batiza’ a localidade. “Desde que eu nasci que o dia 22 de maio é especial por conta dessa missa e de tudo o que ela representa, porque, além disso, a padroeira tem o mesmo nome do povoado”, disse o vereador.

Para dona Nadir Guardiano da Cruz, moradora do distrito há 44 anos, o dia 22 de maio também é uma data muito especial. “Desde quando cheguei aqui, em 1974, que eu participo da festa de nossa padroeira. É um momento de união em que todos participam da preparação, da missa, do leilão e do samba das mulheres e dos jovens de Santa Quitéria”, disse a senhora que aproveitava a movimentação para trabalhar vendendo lanches.

Já o vereador Evanilton Oliveira de Souza, o Peba, estava muito feliz com a festa, com a organização dessa edição e ainda com a chuva que caiu na localidade, no momento da missa. “Estou muito feliz de estar aqui mais uma vez, em mais um ano, com a presença do prefeito Ricardo, reiterando a força de nossa tradição. A comissão organizadora está de parabéns por manter vivo o espírito e a fé de nossa gente”, afirmou Peba. As informações são de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.