Um dos maiores traficantes do estado é transferido para Serrinha; criminoso tinha chave da cela

Postado em maio 22 2018 - 11:13am por Jornal da Chapada

‘Perna’ foi transferido de Salvador para o Paraná em 2008. Depois, ele foi levado para Roraima | FOTO: Aristides Baptista/A Tarde |

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) divulgou a transferência do traficante Genilson Lino da Silva, conhecido como ‘Perna’ e considerado pela polícia um dos maiores da Bahia, de um presídio federal em Roraima, onde cumpria pena, para o presídio de segurança máxima de Serrinha. De acordo com o TJ, a transferência foi feita na última sexta-feira (18). A Secretaria Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) confirmou que o detento voltou a cumprir pena no estado.

TJ-BA explicou que a 2ª Vara de Execuções Penais de Salvador tinha determinado que ele ficasse em presídio federal, unidade onde ele estava. Entretanto, como não tinha nenhum fato novo que justificasse a permanência lá, a Justiça autorizou que ele retornasse para cumprir o resto da pena na Bahia. Não há detalhes de quanto tempo ele estava preso em Roraima, nem quanto tempo falta para ele terminar de cumprir a pena.

Em março deste ano, um pedido da defesa de ‘Perna’ para que ele fosse transferido para a Bahia foi negado pela Justiça. No pedido, a defesa alega que ele está há anos privado do convívio familiar e da “possibilidade de ressocialização em seu estado de origem, haja vista a ausência de fundamentação idônea a justificar seu encarceramento em unidade federal”. No entanto, na decisão, o desembargador Carlos Roberto Santos Araújo, relator do processo, justifica que o preso é de alta periculosidade e a transferência dele para o estado traz riscos à segurança pública.

Genilson estava fora da Bahia desde 2008, quando foi transferido do Presídio Lemos Brito, em Salvador, para Catanduvas, no Paraná. A prisão dele ocorreu porque durante uma operação no presídio da capital baiana, no mesmo ano, Perna foi surpreendido, com duas pistolas carregadas e R$ 280 mil, na própria cela. Entre outras regalias, o traficante tinha uma cópia da chave da cela onde ficava. Jornal da Chapada com informações de G1BA.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.