#Entrevista: Lídice da Mata defende posição contrária à de Rui Costa e quer disputar reeleição para o Senado

Postado em jun 23 2018 - 3:40pm por Jornal da Chapada

A entrevista com a parlamentar do PSB aconteceu durante visita que ela fazia com o prefeito de Itaberaba Ricardo Mascarenhas a obras na região do ‘Pé do Monte’; Lídice não participou dos festejos juninos devido ao falecimento do ex-governador Waldir Pires | FOTOS: Jornal da Chapada |

Nada de deputada federal, a posição que Lídice da Mata (PSB) defende é a de sua reeleição para o Senado Federal. Em entrevista exclusiva ao Jornal da Chapada, durante visita ao município de Itaberaba, na Chapada Diamantina, a senadora voltou a dizer que quer disputar a reeleição este ano, mesmo sendo preterida na chapa majoritária do governador Rui Costa (PT). A chapa de Rui teria sido fechada com o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Ângelo Coronel, no lugar que deveria ser de Lídice de forma natural, já que atua em defesa da Bahia e do governo desde que foi eleita há quase oito anos. A senadora, não poupou críticas à situação política e detalhou o caso.

“Vão lamentavelmente cometer esse absurdo que é tirar uma mulher que tem história política na Bahia e história política de um lado, no campo progressista, no campo à esquerda, no campo daqueles que resistiram sempre, resistiram para a construção da democracia no Brasil para colocar – não estou disputando biografias, mas eu estou dizendo que é para colocar um homem”, frisa a parlamentar. Lídice ainda fala do cenário nacional, das agendas do São João, do falecimento do ex-governador Waldir Pires, da sua participação nas comemorações ao 2 de Julho e sobre a prisão do ex-presidente Lula.

“Eu torço por Lula livre, porque eu acho que isso abre, o povo quer isso, o povo quer Lula livre, o povo quer eleger Lula. Ela significa uma esperança de retomada de desenvolvimento”, aponta. A senadora da República também tratou de fazer uma breve relação de emendas parlamentares que destinou para a região da Chapada Diamantina. Lídice concedeu entrevista ao Jornal da Chapada, na última sexta-feira (22), durante visita que fazia a obras da prefeitura de Itaberaba, comandada pelo gestor Ricardo Mascarenhas (PSB), na região do ‘Pé do Monte’. Entre uma pergunta e outra, a parlamentar conversava com populares que defendiam sua presença na chapa de reeleição do governador petista. Confira a entrevista completa!

A senadora defende sua posição e quer vaga na chapa majoritária de Rui Costa por legitimidade | FOTO: Jornal da Chapada |

Jornal da Chapada – Conte um pouco de sua agenda em Itaberaba e qual sua visão sobre as estratégias do governo do prefeito Ricardo Mascarenhas.
Lídice da Mata – O ano passado eu estive aqui e gostei do São João de Ricardo, estava vindo de Irecê e continuei a viagem porque tinha prometido a Ricardo que ia passar aqui para ver. Ricardo é um prefeito jovem, que eu admiro o trabalho que ele está fazendo em Itaberaba, principalmente porque está renovando a política da cidade, e isso é muito importante, a gente não renova somente quando tem gente jovem, a gente renova quando a pessoa que está à frente faz de maneira diferente. E eu acho que Ricardo está fazendo de maneira diferente.

O São João mesmo está uma beleza, está bonito, está animado. Eu vim com esta intenção, no entanto, no meio do caminho fui comunicada da morte do meu querido amigo, admirável ex-governador Waldir Pires (veja aqui), por isso, resolvi voltar, não vou ficar para a festa. Almocei com Ricardo, conversamos bastante sobre política, no momento estou dando uma olhada nas obras dele e devo voltar para Salvador ainda hoje [sexta], porque quero acompanhar a participação no funeral de Waldir. Eu vim de uma agenda de Irecê e depois de Itaberaba eu seguiria para Santo Antônio de Jesus e Cruz das Almas, e finalmente Cachoeira no dia 25.

Dia 25 eu sempre vou historicamente à Cachoeira, que é a minha terra, dia 25 de junho é onde começou toda esta batalha da Independência da Bahia. E por um projeto meu, que ficou largado na gaveta pelo governo de Paulo Souto, Wagner retomou e fez de Cachoeira a capital da Bahia no dia 25 de junho, em homenagem à luta dos baianos no 2 de julho. Era esse o meu caminho, no entanto, eu vou voltar para Salvador hoje [sexta] à noite e depois do funeral e sigo com a mesma agenda.

“Eu não mudo minhas opiniões, mas é claro que me enfraqueço internamente no partido para defender essa posição”, diz Lídice da Mata | FOTO: Jornal da Chapada |

Jornal da Chapada – Senadora esse debate sobre a construção da chapa de reeleição de Rui Costa com a senhora sendo preterida por um candidato do PSD, Ângelo Coronel, deixa a chapa sem mulher, e a senhora tem mandato, tem legitimidade. O que a senhora acha sobre isso?
Lídice da Mata – Eu acho isso muito ruim, já tive a oportunidade de dizer isso ao governador. Na data de hoje [sexta, 22 de junho] eles ainda não anunciaram esta decisão, mas estão, pelo que estou entendendo, caminhando para fazer isso em breve. E ao fazer isso vão lamentavelmente cometer esse absurdo que é tirar uma mulher que tem história política na Bahia e história política de um lado, no campo progressista, no campo à esquerda, no campo daqueles que resistiram sempre, resistiram para a construção da democracia no Brasil para colocar – não estou disputando biografias, mas eu estou dizendo que é para colocar um homem.

Por si só isso é um absurdo. Tirar uma pessoa que teve um mandato de lealdade com o governo da Bahia, com os interesses do governo da Bahia, com os interesses do Estado da Bahia, da economia baiana, que tem mandato, preterir este mandato para colocar uma outra pessoa. Se eu não tivesse esses compromissos eu entenderia, se não houvesse a compreensão de que no momento mais difícil do governo, do PT, eu estive junto lutando inclusive contra a posição do meu partido, correndo riscos dentro do meu partido, de ser penalizada, e ainda assim mantive nossa posição, porque é uma posição histórica.

Da mesma forma que reafirmo que independente desta posição nós ficaremos com Rui, porque Rui é o candidato do campo da esquerda com maior viabilidade eleitoral, e nós queremos que a esquerda ganhe na Bahia. Então eu não tenho dúvida que isto tem um conteúdo mais injusto ainda. Até porque hoje nós estamos numa eleição, não que seja uma eleição por W.O., eu não acredito nisso, mas numa eleição onde Rui é francamente o favorito e o outro lado praticamente renunciou à sua liderança principal [ACM Neto, DEM – veja aqui] com mais viabilidade eleitoral, se retirou da disputa, o que facilita mais ainda a nossa vitória, e que torna ainda mais absurdo esse cenário.

Lídice diz que Rui Costa é o candidato do campo da esquerda com maior viabilidade eleitoral | FOTO: Jornal da Chapada |

Jornal da Chapada – E no cenário nacional, o PSB tende a ficar com o PT, como será isso?
Lídice da Mata – O PSB ficará no campo do centro esquerda. É claro que a minha saída na chapa dificultou a conversa interna no partido, nós fizemos um esforço muito grande para a retomada de negociação entre o PSB e o PT e avançamos muito nessas conversas. Hoje em Minas Gerais é possível uma aproximação, em Pernambuco, na Paraíba, no Rio Grande do Norte, na própria Bahia e não tiro a possibilidade de, inclusive, nós voltarmos uma negociação em Sergipe, o que daria um quadro de fechamento quase do Nordeste inteiro com o PT, e ainda assim nós sofremos esse baque. Eu não mudo minhas opiniões, mas é claro que me enfraqueço internamente no partido para defender essa posição.

Jornal da Chapada – A senhora acredita na candidatura de Lula?
Lídice da Mata – É uma grande interrogação agora, há esta grande interrogação do dia 26 [a entrevista foi realizada antes de Lídice saber do cancelamento do julgamento de recurso que pedia a liberdade de Lula no STF – veja aqui]. Eu torço por Lula livre, porque eu acho que isso abre, o povo quer isso, o povo quer Lula livre, o povo quer eleger Lula, Lula significa uma esperança de retomada de desenvolvimento, mas mais do que isso. Eu acho que Lula hoje, pela liderança que tem e porque é o único político que fala com os interesses dos mais pobres e dos trabalhadores organizados, é o único que tem condição de pacificar o Brasil, voltar a negociar um pacto nacional.

Em entrevista, a senadora ainda tratou de emendas parlamentares para a região da Chapada Diamantina | FOTO: Jornal da Chapada |

Jornal da Chapada – Senadora, a senhora sempre atende a imprensa com sua simpatia e abro aqui os espaços do jornal para emitir uma mensagem para o pessoal da Chapada Diamantina. Fique à vontade, se não perguntei alguma coisa que a senhora queira ressaltar, por gentileza, utilize os espaços para ressaltar.
Lídice da Mata – Eu tenho um grande amor pela Chapada. Tenho aqui grandes amigos em Andaraí com Wilson, aqui [Itaberaba] com Ricardo prefeito do nosso partido, eu só tenho amigos na Chapada e em breve estarei voltando aqui, logo depois do São João. Em breve eu vou em Andaraí para inaugurar e receber equipamentos que coloquei lá, assim como coloquei aqui para Ricardo, coloquei emenda para o portal da cidade, coloquei na área de infraestrutura urbana, coloquei emenda na saúde, para fortalecer o esforço dele de ofertar melhor serviço de saúde pública no município e descendo eu tenho emendas em muitas cidades da Chapada em Ruy Barbosa, em Seabra.

Jornal da Chapada – Teve uma emenda que foi para a criação de torres de comunicação para poder ter contato com as brigadas que combate incêndios na região?
Lídice da Mata – Exatamente, inclusive a Defesa Civil me disse que está fazendo em breve um seminário grande de preparação de todo pessoal para formar para atuar com isso, essa questão dos incêndios na Chapada sempre foi uma questão que me chamou a atenção. Nós buscamos atuar e ajudar a defesa e a prevenção a incêndios, principalmente para dar condições de reação à população tanto pela formação das pessoas quanto por equipamentos que possam combater um incêndio de forma mais efetiva.

Vitor Fernandes para o Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

2 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.