ACM Neto oficializa que não será candidato ao governo e abre espaço para a reeleição de Rui Costa

Postado em abr 6 2018 - 12:52pm por Jornal da Chapada
neto

O comunicado oficial do gestor ocorreu durante o lançamento da obra em Salvador | FOTO: Divulgação |

Finalmente o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) decidiu que não será candidato ao governo da Bahia nas eleições deste ano contra o atual governador Rui Costa (PT). O anúncio oficial aconteceu ainda na manhã desta sexta (6). Ele não disputa o pleito e permanece no Palácio Thomé de Souza até o fim do mandato, em 31 de dezembro de 2019. Com isso, abre espaço para a reeleição de Rui. O fato já tinha sido confirmado mais cedo a aliados. O comunicado ocorreu durante o lançamento da obra da primeira etapa da urbanização da Comunidade Guerreira Zeferina, em Periperi, no Subúrbio Ferroviário de Salvador.

“Eu tenho que deixar nesse momento o meu coração falar e peço a cada um aqui que compreenda as palavras que vão ouvir agora do seu prefeito. Vivi nos últimos dias momentos muito intensos na minha vida. Talvez os momentos mais difíceis da minha vida profissional. Meu nome, naturalmente, passou a ser cogitado para disputar o Governo do Estado da Bahia. Todo baiano que ama a sua terra. Todo baiano que quer ver o seu estado crescendo e se desenvolvendo e que sonha com uma Bahia que possa ser respeitada no país, todo baiano que tem na sua veia o amor verdadeiro pela nossa terra, teria orgulho e o prazer de ser governador desse estado”, salienta o gestor.

“Quando eu acompanhei, a partir de 1991, o trabalho de meu avô, como governador, a primeira vez eu não era nascido, a segunda eu era muito pequeno, mas a terceira vez foi a oportunidade que eu tive de acompanhar o trabalho dele. Apesar de eu ter 12, 13 anos, foi ali que eu decidi ser político. Então, em nome dele, olhando para ele, eu disse que um dia, quando eu crescer, eu quero ser igual a ele. Ouvi meus amigos, ouvi minha família e a decisão que eu tomei ela foi tomada ouvindo o meu coração. E eu quero dizer a vocês que o meu coração me impede nesse momento de deixar a Prefeitura de Salvador. Não tem a ver com política. Tem a ver com vida. E é a vida de 3 milhões de habitantes”, confirmou o democrata, aos prantos. Com informações do Metro 1.

Veja vídeo

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

4 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.