#Salvador: Polícia investiga se motorista de caminhão que invadiu posto estava em alta velocidade

Postado em jul 20 2018 - 1:32pm por Jornal da Chapada

Com a colisão, duas pessoas morreram e cinco ficaram feridas | FOTO: Reprodução/TV Bahia |

O acidente do caminhão que invadiu um posto de combustíveis, em Salvador, está sob investigação da Polícia Civil. Os peritos querem saber se o motorista dirigia com excesso de velocidade no momento do acidente ocorrido na Avenida Aliomar Baleeiro, na entrada do bairro Trobogy. Com a colisão, duas pessoas morreram e cinco ficaram feridas. De acordo com o delegado Antônio Fernando, titular da 10ª Delegacia Territorial (DT/Pau da Lima), que investiga o caso, o vídeo que mostra o acidente aponta que o veículo não estava na velocidade ideal para o local onde ocorreu o acidente.

“A versão dele e do ajudante é de que vinha alguém, ou um veículo, vindo em direção oposta. E aí, ao desviar, ele fez aquela conversão infeliz”, contou o delegado Antônio Fernando. Conforme o delegado, o condutor do caminhão, que prestou depoimento após o acidente, na terça-feira (17), deve ser ouvido novamente, para esclarecer o caso. O homem foi identificado como Maurício Santos Costa. Na primeira vez em que foi ouvido, o motorista contou que entrou em desespero ao descer do veículo e perceber que havia atropelado algumas pessoas. Segundo a delegada Ana Paula, que o interrogou, ele permaneceu no local do acidente até ser conduzido à delegacia, sem qualquer resistência.

Após o depoimento, Maurício foi levado até o hospital para receber atendimento médico e, em seguida, foi liberado. O homem tem carteira de habilitação do tipo D há sete anos, e trabalha há um mês conduzindo o caminhão envolvido no acidente. Na quinta (19), duas sobreviventes prestaram depoimento na delegacia. Uma delas foi a diarista Débora Dias, de 27 anos, que contou que não está conseguindo dormir por conta do trauma. A outra foi uma das três adolescentes de 16 anos que foram atropeladas. Além delas, outras testemunhas devem ser ouvidas até o final das investigações.

Entre eles estão comerciantes, frentistas e outras pessoas que presenciaram a colisão. Uma adolescente de 16 anos que recebeu alta nesta quinta também deve ser ouvida. Uma outra vítima do caso, que também tem 16 anos, segue internada no Hospital Municipal de Salvador. De acordo com boletim médico, a garota realizou uma cirurgia de correção de fratura da tíbia na quarta-feira (18) e segue estável, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, em observação e sem previsão de alta no momento.

Vítimas
O porteiro Elinaldo Gonçalves, de 48 anos, morreu ainda no local do acidente. De acordo com a ex-companheira da vítima, Silvana Conceição, de 32 anos, o homem estava ansioso para o aniversário do filho, que vai completar 1 ano no dia 26 deste mês. Já o segundo óbito foi registrado no Hospital do Subúrbio. A vítima Vanessa Brito Santos, de 28 anos, foi encaminhada à unidade de saúde com uma fratura no fêmur e passaria por uma cirurgia, mas não resistiu ao ferimento.

O companheiro dela, Vando Santos, contou que será difícil se adaptar sem a mulher. Tanto Elinaldo quanto Vanessa foram enterrados na quarta-feira, no cemitério Bosque da Paz, no bairro de Nova Brasília. Dezenas de familiares e amigos deles compareceram à cerimônia. Os dois e as outras vítimas esperavam ônibus em um ponto de parada que ficava em frente ao posto de gasolina, quando foram atingidos pelo caminhão. Jornal da Chapada com informações de G1BA.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.