#Bahia: Barragem de Ponto Novo é reativada com aporte técnico e financeiro de R$ 1,2 milhão

Postado em set 21 2018 - 4:58pm por Jornal da Chapada

Com a reativação da barragem, os agricultores retomarão e ampliarão a produção e a comercialização de frutas e verduras cultivadas na área do Distrito de Irrigação | FOTO: Divulgação |

Após um ano e sete meses praticamente sem funcionamento, a barragem de Ponto Novo, município situado no norte baiano, foi reativada nesta quinta-feira (20), em um ato público que contou com a participação de agricultores familiares. Com a reativação da barragem eles irão retomar e ampliar a produção e a comercialização de frutas e verduras cultivadas na área do Distrito de Irrigação.

O gerente do Distrito de Irrigação de Ponto Novo, Eleilson Gama, mencionou as parcerias que ajudaram a concretizar a obra e disse que é uma satisfação ver as águas da barragem voltando a irrigar os lotes das famílias e, assim, contribuir com a qualidade de vida dos produtores e produtoras que há muito tempo esperavam voltar a produzir e garantir o seu sustento.

O processo de reativação e operacionalização da barragem conta com o aporte técnico e financeiro de R$ 1,2 milhão, proveniente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Regional do Estado Bahia (SDR), por meio do Pró-Semiárido, projeto executado fruto do acordo de empréstimo entre o Governo do Estado da Bahia e o Fundo de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

O engenheiro agrônomo do Pró-Semiárido, Aderaldo Viera, citou a importância das famílias de produtores reassentados no processo de elaboração no plano de trabalho que assegurou os investimentos do projeto em ações de melhorias e manutenção dos sistemas de irrigação, que beneficiará toda a produção agrícola das famílias distribuídas em 145 lotes.

Aderaldo lembrou também das famílias acompanhadas pelas entidades de apoio à agricultura familiar como Movimento de Pequenos Agricultores (MPA) e Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). Segundo ele, essas famílias serão contempladas com a reativação da barragem e ampliação das áreas irrigadas do município de Ponto Novo.

A agricultora Socorro Varela, do MST, reconhece a importância dos movimentos sociais nesse processo de luta e reivindicação: “Nós, camponeses e camponesas, também contribuímos com essa luta, contribuímos com essa conquista. É a água voltando, é pão na mesa dos trabalhadores”, disse a militante.

O prefeito de Ponto Novo, Tiago Venâncio, também reconhece a importância das parcerias que consolidaram essa realização, que vai fortalecer a economia do município a partir do impulso da agricultura. Ele destaca a volta do cultivo da mamona que, junto com outras culturas, serão fortalecidas com o funcionamento da barragem. “Não desistimos dessa luta e fomos perseverantes. E para os irrigantes, digo que se unam para que possam ter essa força e trazer a sustentabilidade para manter esse Distrito de Irrigação”, declarou o chefe do Executivo. As informações de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.