Valmir diz que “Centro de Referência em Doença Falciforme é um marco para a Bahia e para o povo negro”

Postado em jan 28 2019 - 11:01am por Jornal da Chapada

Segundo o deputado, serão investidos mais de R$ 4,5 milhões na reforma e modernização do prédio onde funcionava o Dataprev, local que será implantado o centro | FOTO: Divulgação |

A assinatura de ordem de serviço para a construção do Centro de Referência em Doença Falciforme pelo governador Rui Costa (PT) foi considerada pelo deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) como um marco para a Bahia e para o povo negro. Essa assinatura aconteceu nesta segunda-feira (28), na Avenida Centenário, em Salvador, justamente no prédio onde será instalado o centro – local onde funcionava a Dataprev – em frente ao Instituo Médico Legal Nina Rodrigues.

“Temos que comemorar e muito, pois a Bahia é o estado brasileiro com maior incidência de anemia falciforme e essa ação vai ampliar a proteção e o tratamento dessa doença. Esse centro é uma conquista do movimento negro, da luta incessante por melhorias estruturais sobre a saúde do povo. A Bahia, mais uma vez, saindo na frente”, salienta Assunção, que acompanhou o ato ao lado do governador. Para o parlamentar federal é importante também destacar a atuação das Secretarias Estaduais de Saúde (Sesab) e de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi).

Ele afirma que os titulares Fábio Villas-Boas e Fabya Reis, respectivamente, foram fundamentais para que esse centro fosse criado. “Serão investidos mais de R$ 4,5 milhões na reforma e modernização do prédio onde funcionava o Dataprev, local que será implantado o centro. O comprometimento dos secretários foi de suma importância. Rui ainda assinou ordens de serviço para ampliação em 27 leitos do Hospital da Mulher, para reforma e para a recuperação estrutural do prédio da sede da Secretaria da Saúde”, completa Valmir com dados da Sesab.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.