CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Marcelo Nilo reforça críticas contra ministro da Educação: “Pensei que fosse fake news”

De acordo com o deputado federal, o ministro usou correspondência oficial para fazer propaganda partidária | FOTO: Divulgação |

O deputado federal baiano Marcelo Nilo (PSB) usou o plenário da Câmara dos Deputados para mostrar o espanto dele após ler o documento enviado pelo Ministério da Educação para as escolas de todo o país, coagindo professores a filmarem seus alunos gritando o slogan de campanha eleitoral, além de serem gravados sem autorização prévia dos pais.

“A princípio pensei que fosse fake news. Mas, o ministro usou correspondência oficial para fazer propaganda partidária”, apontou Nilo. A carta é encerrada com as frases “Brasil acima de tudo” e “Deus acima de todos”, que foram o slogan da campanha do presidente Jair Bolsonaro nas eleições.

“Todos os dias, o presidente e seus ministros cometem erros. Desta vez, foi o ministro da Educação, que faz apropriação indevida da escola para fins partidários” reforçou o deputado, que cobrou rigorosa apuração e punição das autoridades competentes.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios