Chapada: Pontos turísticos cheios de água, paisagens espetaculares e muito frio; confira fotos e vídeos

Publicidade
Postado em mar 24 2019 - 10:13pm por Jornal da Chapada

É preciso estar atento para os perigos em trilhas, que ficam bastante escorregadias neste período chuvoso | FOTO: Montagem do JC |

A Chapada Diamantina é conhecida por suas belezas naturais e pelo povo acolhedor, mas também se destaca por produções orgânicas, diversificação da fauna e da flora e por ficar mais bonita quando chove. Pois é isso que está acontecendo neste exato momento. As fortes chuvas que caem na região deixam os pontos turísticos mais uma vez cheios, exibindo paisagens ainda mais espetaculares. As cabeceiras dos rios ganham volume e a vazão dos rios aumenta. Entretanto, nem tudo são flores, é preciso estar atento para os perigos em trilhas, que ficam bastante escorregadias neste período chuvoso.

“É sempre recomendado o uso de guias, independente da época. As chuvas deixam a região linda, com rios e cacheiras exuberantes, mas é preciso ter cuidado. Sabemos das dificuldades que é fazer trilha nesse período, mesmo já acostumado com as intempéries. Então é importante sempre ter um guia para evitar qualquer tipo de acidente”, aponta o presidente dos Combatentes a Incêndios Florestais de Andaraí (Cifa), Homero Vieira.

Vieira sempre procura o Jornal da Chapada para questionar a “indústria do fogo”, que, segundo ele, atua para “ganhar mais dinheiro em cima da região chapadeira”. Segundo ele, nesta época, o registro de incêndio é quase zero. Nesse período, as temperaturas caem consideravelmente. “Os momentos críticos são vistos no segundo semestre, final e início de ano. Agora é mais tranquilo e o frio vem rachando também. Muito difícil acontecer incêndios, mas não é impossível”, completa.

Fotos da Cachoeira do Ferro Doido em Morro do Chapéu

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Jornal da Chapada separou alguns vídeos e fotos enviados ao periódico com imagens de alguns pontos turísticos cheios com as águas das chuvas. Cachoeiras, rios, córregos e lagos estão exibindo belezas singulares. O Cachoeirão, no Vale do Pati, a Cachoeira da Fumaça, em Palmeiras, o Ribeirão do Meio, em Lençóis, Ramalho, em Andaraí, Encantada, em Itaetê, Buracão e Fumacinha, em Ibicoara, e a do Ferro Doido, em Morro do Chapéu são algumas das quedas registradas com volume alto de água.

Sem falar no Rio Paraguaçu, que está cheio, e o Rio Utinga que aumentou sua vazão. Outros mananciais que cortam a região também ganharam força, como os que cortam Lençóis, como o Rio Lençóis e o Santo Antônio que forma a cachoeira do Mosquito. “Esse é um bom momento para conhecer a região”, diz um dos internautas que enviou dados sobre as chuvas. Segundo ele, as chuvas não deram trégua nesse final de semana. “Choveu muito, mas que o esperado. A zona rural está cheia e a terra molhada, pronta para o cultivo de nossas produções. Estávamos muito tempo sem chuvas”, frisa o internauta.

Jornal da Chapada

Este slideshow necessita de JavaScript.

Cachoeira da Fumaça durante as chuvas

Enchente nos Caldeirões do Serrano

Cachoeirão no Vale do Pati depois das chuvas

Cachoeira da Piabinha

Força da chuva em Andaraí

Cachoeira na Chapada Diamantina depois das chuvas

Rios e cachoeiras com muita água

Vídeos de quedas d’água cheias na Chapada Diamantina

Leia também

Chapada: Raios e trovões são registrados em municípios da região durante fortes chuvas; veja fotos e vídeos

Chapada: Chuvas voltam a amenizar o calor na região; vídeo mostra força da água em Andaraí

Chapada: Forte chuva derruba muro do campo de Barra da Estiva; ninguém ficou ferido

#Bahia: Ciclone não chega ao continente e auge deve acontecer nesta segunda; mau tempo permanece até terça

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.