CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal
Trending

#Bahia: Ponte de Salvador para Itaparica deve sair do papel e será a segunda maior da América Latina

Governo estadual publicou aviso de licitação esta semana; a estrutura terá 12,4 quilômetros de extensão.

A ponte Salvador-Ilha de Itaparica, se construída, será a segunda maior da América Latina e ocupará a 23ª posição no ranking mundial de pontes. Essa informação foi divulgada pelo governo estadual esta semana, quando foi publicado o aviso de licitação do empreendimento. A publicação saiu no Diário Oficial do Estado (DOE) da última quarta-feira (18) conforme foi divulgado pelo governador Rui Costa (PT) durante o seu programa na internet, o ‘#PapoCorreria’, da terça-feira (17).

De acordo com a publicação – disponível na área do DOE destinada exclusivamente a licitações – as obras e os serviços de operação e manutenção deste novo sistema rodoviário vão ser executados por meio de Parceria Público-Privada (PPP), na modalidade de concessão patrocinada. A ponte Salvador-Itaparica terá 12,4 quilômetros de extensão e integrará o Sistema Viário do Oeste (SVO), que beneficiará dez milhões de pessoas, que vivem em cerca de 250 municípios da Bahia.

O edital da concorrência pública e seus anexos poderão ser obtidos, a partir do próximo dia 23, no site da Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra), pelo endereço www.infraestrutura.ba.gov.br, no menu Editais. Os interessados poderão obter informações através do e-mail [email protected] e do telefone (71) 3115-2174. “Até o final de novembro, nós faremos o leilão na Bolsa de Valores de São Paulo”, disse o governador durante a live da semana nas redes sociais.

Com a construção da ponte e demais intervenções viárias do projeto, a Ilha de Itaparica, o sul do Recôncavo e o território do Baixo Sul terão o crescimento socioeconômico estimulado, como ocorreu no Litoral Norte após a construção da Estrada do Coco e da Linha Verde.

O plano de desenvolvimento prevê o estímulo a nove setores: educação, saúde, segurança pública, logística, indústria naval, turismo, agricultura, comércio e construção civil. Em 30 anos, a expectativa é que o crescimento dessas atividades crie 100 mil novos postos de trabalho. As informações são de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas