CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica
Trending

Chapada: Prazo para sanar problemas no Parque Sempre Viva vence e reclamações continuam em Mucugê

Entre os principais problemas, que persistem segundo a presidente da Comtur, Ana Luísa Pimentel, estão a falta de controle eficaz tanto nos fluxos de caixa quanto dos ingressos no parque.

A celeuma do Parque Sempre Viva, localizado no município de Mucugê, na Chapada Diamantina, continua. Esta semana, precisamente na quarta-feira (13), finalizou o prazo de 120 dias dado pelo prefeito Manoel Luz (PSD), se comprometeu, por meio do ofício 069/2019, do dia 16 de julho, em implantar as solicitações feitas em um relatório técnico realizado em junho deste ano. O relatório feito, em uma parceria entre a gestão municipal, o Conselho Municipal de Turismo (Comtur) e a Associação Comercial e Turística de Mucugê (ACTM), a partir de visitas ao local, afirma que o parque precisa de cuidados diversos, principalmente na sua gestão.

Entre os principais problemas, que persistem segundo a presidente da Comtur, Ana Luísa Pimentel, estão a falta de controle eficaz tanto nos fluxos de caixa quanto dos ingressos no parque. Segundo o relatório, é preciso organizar e aumentar as vagas no estacionamento local e da entrada dos visitantes. Segundo Ana, até mesmo no demonstrativo de receita, na prefeitura, não existiria qualquer registro dos visitantes ou de valores recebidos.

“É uma coisa que acontece há muito tempo”, afirmou. Ela disse ainda que a Comtur entrou com uma denúncia no Ministério Público sobre o tema. “O que sabemos é que continua a mesma coisa, sem catraca, não foi construído nada. O parque está sem entrada organizada, o estacionamento continua sem orientação, não foi feita nenhuma melhoria. Ou seja, é possível ter até que o local receba mais gente do que a capacidade do local”, contou.

Imagens mostram algumas das irregularidades apresentadas em relatório

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ela disse que os trabalhadores do Turismo em Mucugê precisam que o Parque Sempre Viva seja regularizado. “Isso é dinheiro público arrecadado, estamos falando também da segurança dos visitantes. É muito díficil da forma como está, não conseguimos nem mesmo comprovar a prestação de contas do parque”, afirmou Pimentel.

O secretário municipal de Turismo, Euvaldo Ribeiro Júnior, afirmou em conversa com a equipe de reportagem do Jornal da Chapada que não falará mais com o órgão de imprensa sobre quaisquer assuntos. Assim sendo, procuramos o secretário de Administração e Finanças, Júnior Douglas Aparecido, para intermediar uma conversa com o poder municipal. Ele ficou de conversar com o prefeito e nos dar uma resposta, mas até o fechamento desta reportagem não recebemos nenhum contato.

Foi Júnior quem conversou, ainda em julho, sobre as melhorias propostas pela gestão municipal. Dentre elas a implementação de catracas com um processo digitalizado. No sistema que seria instalado, seria tudo automatizado e checável, inclusive online, segundo o secretário. Mas agora cabe aguardar os próximos capítulos dessa novela, com a possibilidade da entrada de mais um personagem. O Ministério Público.

Jornal da Chapada

Leia também

Chapada: Prefeitura de Mucugê confirma falhas do Parque Sempre Viva e promete resolver questões

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas