Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal
Trending

Chapada: Programa de combate a incêndio na Bahia é novamente criticado por presidente de brigada

O presidente da Cifa, Homero Vieira, aponta que o gerenciamento de combate a incêndios deveria retornar para o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil.

O presidente dos Combatentes de Incêndios Florestais de Andaraí (Cifa), Homero Vieira, procurou o Jornal da Chapada neste final de semana, antes da chuva cair na região da Chapada Diamantina e amenizar os focos de incêndios, para criticar o ‘Programa Bahia Sem Fogo’. Vieira é um dos críticos ferrenhos ao modo de combate colocado em prática pelo governo estadual via Secretaria de Meio Ambiente (Sema).

“Quem quer o Bahia sem fogo? Tivemos três incêndios grandes em Rio de Contas em menos de um mês. É muito triste. Lamentável que exista este programa falacioso a começar pelo nome: o fogo é um dos quatro elementos da natureza, ela não existiria sem o fogo”, critica Homero. Sempre que acontece incêndios na região, a Cifa disponibiliza brigadistas.

Ele aponta que os voluntários se unem com os membros do Corpo de Bombeiros Militar (CBMBA) e com a Defesa Civil para atuação. “Esses têm competência nos seus quadros para gerenciar os incêndios florestais. Então, não existe necessidade de um programa político para esse fim. A contratação de aeronaves parece não ter nenhum critério técnico visto que elas só são eficazes se tiver combatentes atuando na área”.

O novo incêndio foi identificado na última sexta, mas contido pela chuva no final de semana | FOTO: Divulgação |

Brigadas voluntários
Homero Vieira defende que as brigadas voluntarias de vários municípios poderiam ser acionadas, “pois incêndios florestais não reconhecem fronteiras”. Entretanto, ele afirma que as brigadas são ignoradas pelo programa governamental. “Na confecção de relatórios falaciosos são excepcionalmente bem elaborados, mas, in loco, não é a realidade”, dispara.

“Diante disso só posso dizer que é lamentável que esse programa continue existindo. Seria muito bom para a Chapada que a gerência dos incêndios florestais voltasse ao Corpo de Bombeiros ou para a Defesa Civil. O que esperar de um governo que gasta todos os anos milhões de reais em aluguel de aeronaves e deixa o Corpo de Bombeiros pela sua excelência de salvar vidas sem ao menos uma aeronave?”, questiona.

Jornal da Chapada

Leia também

Chapada: Chuva ajuda a controlar novo incêndio florestal que atingiu vegetação em Rio de Contas

Chapada: Fogo é controlado na região de Piatã por brigadistas após uma semana de destruição

Chapada: Brigadistas controlam incêndio florestal que ameaçava nascente de rio em Seabra

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios