Pular para a barra de ferramentas
CidadesCulturaCuriosidadesMenu Principal
Trending

Chapada: Três grupos de Ternos de Reis mantêm viva a tradição do Reisado em Andaraí

Os grupos percorrem casas da região cantando histórias e devoção há décadas.

A tradição dos Ternos de Reis continua sendo preservada e festejada graças à dedicação de três mestres violeiros que conduzem seus respectivos grupos anunciando o nascimento do menino Jesus, no município de Andaraí, na região da Chapada Diamantina. Esse festejo começa dias antes do Natal e vai até 6 de janeiro (Dia de Reis).

“Há mais de 30 anos que participo deste momento de fé. Aqui em Ubiraitá percorremos de casa em casa e, no dia 6, temos um cortejo que nos leva ao encontro dos reis com a manjedoura. Enquanto eu tiver vivo manterei o meu propósito. Esta linda cultura que está morrendo aos poucos e que pouca gente da valor, tem que continuar”, frisa Mestre Raimundo.

Já Mestre Augusto, que apresenta o Terno dos Três Reis Magos, revela sentir uma grande emoção ao cantar nas casas da sede. Para ele, os Reiseiros trazem boas e novas energias. “Se todo mundo bem soubesse faria questão da nossa presença. Uma casa fica abençoada com nossa visita. É o espirito de Deus visitando o lugar”, concluiu o mestre. O diferencial do Terno dos Reis Magos é a quantidade de mulheres que participam dele. Neste, elas tem a obrigação de tocarem alguns instrumentos e entoarem os cânticos.

Carregando uma tradição de mais de 40 anos, Mestre Bidal, uniu-se com o Terreiro São Jorge de Mãe Carmosina para fortalecer a cultura que todos temem desaparecer. “A Festa dos Santos Reis é uma festa iluminada, para renovar a fé e a esperança em Deus Menino”, revelou a Mãe de Santo.

O secretário de Meio Ambiente e Turismo de Andaraí, Emilio Tapioca, aproveitou a passagem para homenagear o saudoso violeiro Nego Sapucaia. “Durante muitos anos o violeiro Nego Sapucaia junto com o Mestre Egídio conduziram o Terno Vozes das Lavras. Este ano sentimos falta de sua luz a nos iluminar. Ele agora brilha no céu e sua viola ecoa no infinito”, frisou Tapioca. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Confira vídeos

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios