Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal
Trending

Chapada: Mucugê mantém medidas rigorosas após morte de idosa com suspeita de Covid-19; caso aguarda resultado

Com a morte da paciente de Mucugê e os casos confirmados em Utinga e Palmeiras, além de Canarana com uma infectada, a população da região fica apreensiva, pois o vírus já chegou na Chapada Diamantina.

Uma mulher idosa com suspeita de Covid-19 morreu no Hospital da Chapada, em Seabra, na última quinta-feira (2). A paciente é do município de Mucugê, que já teve seis casos suspeitos descartados. “Um óbito registrado no Hospital Regional da Chapada. Coletado amostras, conforme protocolo e aguarda resultado do Lacen [Laboratório Central da Bahia]”, aponta assessoria da prefeitura em publicação de rede social.

O Jornal da Chapada entrou em contato com o secretário municipal de Saúde de Mucugê, na noite desta sexta-feira (3), Igor Teles, que confirmou o óbito, mas ressaltou que o resultado deve sair em, no máximo, seis dias. Conforme ele, é o prazo que o Lacen, em Salvador, tem dado para divulgar o exame. Teles frisa que os familiares da idosa já estão em isolamento social e que todo o protocolo foi cumprido.

“A paciente idosa deu entrada em nosso hospital por um quadro que não tinha nenhuma ligação com sintomatologia de uma síndrome respiratória aguda grave ou alguma síndrome gripal que classificaria ela com uma suspeita de Covid-19. Então os médicos fizeram os devidos exames nela, estava acompanhando o caso dentro do hospital. Realizou ultrassonografia, laboratorial e ao decorrer da internação começou a agravar o quadro e ela passou a ter rebaixamento de saturação e precisava de um suporte maior que é o [Hospital] Regional da Chapada. Fizemos os tramites legais para a transferência. O médico foi na ambulância e tudo. Chegou lá no Regional e deu entrada. Passou o tempo e ela começou a ter uma insuficiência respiratória e veio a ter uma parada [respiratória] e ir a óbito”, revela o secretário Igor ao Jornal da Chapada.

O titular da pasta diz que devido a idosa ter apresentado piora dentro do Hospital Regional e o momento ser de pandemia foi seguido o protocolo e a unidade de saúde notificou ela como caso suspeito, colheu amostras de exame e mandou para o Lacen e comunicou para a Secretaria de Saúde de Mucugê nesta sexta que a paciente transferida começou a apresentar algumas insuficiências indo para o óbito e isso seria protocolo para o Covid-19.

“Quando soubemos dessa suspeita desse óbito a gente já monitorou a família, entramos em contato com as pessoas que tinham ligações com ela e fizemos levantamento dos profissionais que atenderam para a gente monitorar e demos as devidas orientações em relação ao funeral”, frisa Igor. “Na casa era uma senhora que não sai, já tinha muito tempo que ela é domiciliada e só tinha a filha que cuidava a muito tempo dela”, completa.

Igor ainda disse ao Jornal da Chapada que a filha da idosa sai na rua para comprar alimento e ir a um banco para sacar dinheiro e que a idosa não saia. “Dentro do hospital teve contato com a equipe de plantão. O Lacen como é o único laboratório central, eu falo pela resposta que foi dado para a gente nos casos que foram colhidos no nosso município. Estava pedindo uns prazos de cinco a seis dias úteis devido à demanda que eles estavam. Esse em específico eu não sei o prazo porque não foi feito a coleta dela via Mucugê. Todo o sistema vai ser via Seabra, então quem vai receber o resultado é o Hospital Regional e, automaticamente, passará para a gente o resultado da amostra”.

Barreiras sanitárias foram instaladas em Mucugê e atuação foi reforçada | FOTO: Divulgação |

Medidas rígidas
A cidade chapadeira mantém medidas rigorosas e cuidados com a população para conter o novo coronavírus. Diante dos números de infectados que tem aumentado no estado da Bahia, a prefeitura mantém seus decretos e orienta a população sobre a eficácia do isolamento social. Um homem de 80 anos também morreu em Utinga, o caso já foi confirmado que foi devido a complicações da Covid-19 (veja aqui).

Com a morte em Mucugê, os casos confirmados em Utinga e Palmeiras (um novo é investigado), além de Canarana com uma infectada, a população da região fica apreensiva. O momento é de tensão e o mais indicado é ficar em isolamento. As medidas publicadas em diário oficial em Mucugê, por exemplo, contam com barreiras sanitárias, que monitoram a entrada e a saída de pessoas na cidade chapadeira.

Ações de desinfecção com a utilização de carros-pipas têm ocorrido após as feiras – que acontecem nos dias de quinta e sexta, conforme informações do morador, o senhor Nilton Oliveira. O comércio está funcionando somente para produtos e serviços essenciais, com medidas de higiene para funcionários e clientes.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios