Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúdeTop
Trending

#Chapada: Lençóis descarta caso suspeito de covid que evoluiu para óbito; município tem 121 casos positivos

A paciente foi submetida ao teste rápido para covid-19 com resultado negativo; o hospital realizou coleta para o exame laboratorial e o resultado também deu negativo.

O caso que constava como óbito em investigação, ou seja, com suspeita de covid-19, no boletim epidemiológico do município de Lençóis, na Chapada Diamantina, teve resultado negativo. A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde no boletim desta quinta-feira (6). “O resultado para covid-19 da paciente que faleceu na segunda-feira [3], no Hospital Regional de Seabra, e constava como óbito em investigação no boletim epidemiológico de Lençóis deu negativo. Agora, este resultado consta como casos descartados pelo Lacen [Laboratório Central da Bahia]”, aponta nota de assessoria.

De acordo com as informações da prefeitura administrada pelo prefeito Marcos Airton (Republicanos), Lençóis tem agora 121 casos positivos para infecção do novo coronavírus desde o início da pandemia. Dentre os confirmados, 116 estão curados, cinco estão ativos e não tem nenhum óbito. Quatro pessoas seguem com suspeita da doença e seis aguardam resultados de amostras coletadas. De 775 casos descartados, 722 foram por meio de testes rápidos.

O boletim também mostra a distribuição de casos por localidade. No total, 12 locais já registram pessoas que foram ou estão contaminadas pelo vírus que causa a doença respiratória. O ‘Centro’ apresenta 39 casos, ‘Tomba’ tem 24, ‘Alto das Estrelas’ e ‘Tanquinho’ com 10 casos cada e ‘Lavrado’ com oito casos confirmados da covid-19. Demais localidades podem ser conferidas no boletim anexado a esta matéria ou nos perfis oficiais da prefeitura em redes sociais.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios