AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Chapada: Pesquisa revela que aumento de casos de infecção de covid-19 é inevitável em Mucugê

A previsão registra acréscimo, com ou sem medidas de distanciamento social, na curva de casos da doença infectocontagiosa nos próximos 30 dias.

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e da Uneb, campus de Seabra, aponta que o município de Mucugê, na Chapada Diamantina, sofrerá um acréscimo de novos casos da covid-19 nos próximos 30 dias, caso medidas preventivas não sejam tomadas. Mucugê registra, até o momento, 66 casos confirmados de covid-19 e dois óbitos causados pela doença.

Umas das hipóteses é que o complexo rodoviário de Mucugê estabelece variadas rotas de transmissão para locais adjacentes, até mesmo para pequenos epicentros provenientes de Jequié, Vitória da Conquista e Itaberaba. O distrito de Guiné, a norte do território, também pode ser influenciado pela BR-330 e BA-148.

Há previsão para pico de curva de casos ativos, nos próximos 30 dias, com ou sem medidas de distanciamento social. De acordo com a Secretaria de Saúde de Mucugê, a região conta também com 47 casos monitorados, 63 casos curados, nenhuma pessoa com suspeita da doença, e um caso em recuperação. Além disso, 990 testes já foram realizados (entre testes rápidos e laboratoriais) no município chapadeiro.

Recentemente as atividades turísticas foram reabertas, como o Parque Sempre Viva, na última sexta-feira (4), dentro dos protocolos preconizados pelos órgãos de saúde. O Jornal da Chapada entrou em contato com o secretário da pasta da Saúde, Igor Teles, para questionar sobre a previsão apontada pelos pesquisadores. Igor ressalta que o município tem seguido as medidas de prevenção e que até o momento nenhum caso registrado está associado ao turismo.

“Estamos seguindo com todas as recomendações dos órgãos de saúde, trabalhando com as prevenções, distanciamento social, atividades educativas, monitoramento, sanitização, protocolos e realizando exames para fins diagnósticos na população. A reabertura se deu através de protocolos de segurança para a retomada da atividade econômica no município. Até a presente data nenhum caso esteve relacionado ao turismo. Por segurança, também, caso haja elevados casos, conforme relata o protocolo, será revisto toda a reabertura”, declarou Igor Teles.

O titular ainda completa que o município tem um caso ativo e que os leitos para tratamento da covid-19 municipal estão desocupados e a capacidade de UTI do Estado variando nos 50%. “Seguimos com todo trabalho que se iniciou em março, solicitamos apoio de todos os moradores e visitantes para cumprirem todos os decretos e protocolos estabelecidos para seguirmos com a nossa cidade de forma segura”, finaliza o secretário.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios