CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíticaTop
Trending

#Bahia: Prefeito de Vitória da Conquista morre aos 72 anos em hospital de São Paulo vítima de covid-19

A informação foi confirmada pelas redes sociais por familiares e a assessoria divulgou uma nota de pesar no perfil do político.

O prefeito do município de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, Herzem Gusmão (MDB), morreu nesta quinta-feira (18) vítima de covid-19. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês em São Paulo. A informação foi confirmada pelas redes sociais por familiares e a assessoria divulgou uma nota de pesar no perfil do político.

“É com mais profundo pesar que informamos o falecimento do prefeito de Vitória da Conquista, Sr. Herzem Gusmão, ocorrido na noite desta quinta (18), por volta das 21h, no Hospital Sírio Libanês. Informações do velório serão passadas pela Secretaria de Comunicação, Secom. A família agradece todas as orações pela vida de Herzem. Deus abençoe a todos”, diz o texto.

Herzem Gusmão tinha 72 anos e apresentou piora do quadro clínico e maior comprometimento das funções vitais, na manhã da última terça-feira (16), de acordo com publicação feita na rede social do prefeito. Por conta disso, a situação do gestor já tinha sido dada como “irreversível”.

Gusmão estava internado há mais de três meses por causa de complicações da covid-19. Ele foi diagnosticado como novo coronavírus em 7 de dezembro de 2020. Pouco mais de sete dias após a confirmação, ele precisou ser internado em Vitória da Conquista, por causa de complicações pulmonares. Em 26 de dezembro, o prefeito foi transferido para Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde seguia em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas faleceu nesta quinta.

Herzem foi reeleito prefeito de Vitória da Conquista em segundo turno, no dia 29 de novembro, e é um dos gestores municipais do país que apoiou e pediu votos para o presidente Bolsonaro. Por causa da doença, o gestor chegou a tomar posse do cargo em cerimônia virtual, feita do leito do hospital, no dia 8 de janeiro deste ano. A vice-prefeita, Sheila Lemos (DEM), está a frente da administração da cidade. Jornal da Chapada com dados do G1.

Leia também

#Bahia: Com piora do quadro clínico por causa da covid, situação do prefeito de Vitória da Conquista é tida como “irreversível”

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios