CidadesCuriosidadesEditorialMenu PrincipalTop
Trending

#Vídeo: Bolsonaro volta a detonar Lula, ‘CPI do Genocídio’ e fala que tomaria cloroquina de novo

O presidente da República voltou a falar para admiradores na porta do Palácio da Alvorada sobre todos os temas que tem atormentado seu governo.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar, na porta do Palácio da Alvorada, na manhã desta quarta-feira (28), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a ‘CPI do Genocídio’. Além disso, Bolsonaro afirmou que só tomará vacina depois de todos e que se fosse contaminado novamente pelo coronavírus voltaria a tomar cloroquina.

Sobre Lula, Bolsonaro disse: “O cara com um passado desses não tem cabimento. Aí viram e falam: ‘é, foi absolvido’, no BNDES foi meio trilhão de reais, alguns delatores devolveram bilhões de reais, o cara fez obra em várias ditaduras no mundo todo. A Petrobras, a gasolina tá alta? Vocês estão pagando a conta. Foi 230 bilhões de refinarias que ele começou e não terminou. Propina, né? Plataformas etc. Fez isso e tem gente que acha que esse cara pode ser a solução”.

Como exemplo, ele citou a família Kirchner, na Argentina: “Olha, quem botou nossos irmãos argentinos naquela desgraça foi a família Kirchner. E agora, quando o Macri tava terminando o mandato dele, alguns problemas houve no mandato dele, o pessoal retornou a família Kirchner. Quem botou na desgraça a Argentina vai comandar o país (sic)”.

Bolsonaro ainda criticou a CPI do Genocídio: “Não sou salvador da pátria não, pessoal. E essa CPI vai investigar o quê? Eu dei dinheiro pros caras. No total foram mais de 700 bilhões de reais, auxílio emergencial no meio. Muitos roubaram dinheiro, desviaram. Agora vem uma CPI pra investigar conduta minha? Se eu fui favorável à cloroquina ou não. Pô, se eu tiver um novo vírus ai eu vou tomar de novo, me safei em menos de 24 horas, assim como milhões de pessoas. Agora tão falando da vacina. Quando o último brasileiro tomar vacina, eu tomo. Tem gente apavorada, então toma, passa na minha frente. Eu sou Chefe de Estado tenho que dar exemplo. Meu exemplo é esse. Deixar, já que o mundo ainda não tem vacina pra todo mundo, tome na minha frente. Sempre foi assim, eu sou o último a comer no quartel. Dei exemplo”. A redação é do site da Revista Fórum.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios